ParanáGeral

Guaranho atirou 3 vezes e Arruda revidou com 13 disparos

Resultado está em laudo da Polícia Científica que analisou duas pistolas e projéteis

 Guaranho atirou 3 vezes e Arruda revidou com 13 disparos

Imagem: Reprodução

O policial penal Jorge Guaranho atirou três vezes contra o guarda municipal Marcelo Arruda, que revidou com 13 disparos durante o confronto em 9 de julho, em Foz do Iguaçu. Esta foi a conclusão do laudo de confronto balístico do Instituto de Criminalística do Paraná. A BandNews FM teve acesso ao documento, anexado ao processo, que analisou duas pistolas e projéteis encontrados na cena do crime. A arma usada por Guaranho, segundo o documento, é uma pistola semiautomática calibre .40. Nela constava um Brasão de República com a inscrição Departamento de Polícia Penal do Paraná (Deppen). Na arma foram encontrados 13 projeteis intactos. A outra pistola, também semiautomática, de calibre .380 com Brasão da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu foi usada por Arruda, segundo a perícia. O laudo informou, ainda, que ambas as armas “encontravam-se externamente em regular estado de conservação.”

Marcelo Arruda foi morto no dia 9 de julho, durante a festa de aniversário de 50 anos. A comemoração tinha decoração alusiva ao Partido dos Trabalhadores (PT). Conforme a denúncia do Ministério Público no Paraná (MP-PR), apresentada na última semana, Guaranho soube do aniversário através de imagens de câmeras de segurança do salão de festas. A partir disso, o policial penal teria ido até o local, acompanhado da esposa e filho, para confrontar Marcelo Arruda. Depois de uma primeira discussão, Guaranho decidiu levar os familiares para casa e na sequência voltou sozinho para o local da comemoração. A partir daí começaram os disparos, segundo a promotoria.

Para o MP, o crime foi cometido com motivação fútil, por “preferências político-partidárias antagônicas”. Jorge Guaranho é réu por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e risco comum. O policial penal segue internado, sob custódia, na enfermaria do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu.

Reportagem: Leonardo Gomes.

felipe.costa

Paraná é o 3° estado em reprodução assistida no país

Paraná é o 3° estado em reprodução assistida no país

Curitiba está entre as cinco cidades com maior número de clínicas especializadas

Cerca de 200 paranaenses aguardam transplante de fígado

Cerca de 200 paranaenses aguardam transplante de fígado

Em todo o Paraná, nos últimos 10 anos, foram realizados 1965 transplantes hepáticos

Monkeypox: Paraná registra 16 casos novos, aponta boletim

Monkeypox: Paraná registra 16 casos novos, aponta boletim

O boletim atualizado pela Sesa incluiu diagnósticos em Curitiba, Araucária e Cascavel

Paraná pode ter Selo Empresa Amiga da Mulher

Paraná pode ter Selo Empresa Amiga da Mulher

Projeto quer reconhecer iniciativas de valorização feminina pessoal e profissional