IAP mantém fechamento de unidades de conservação no litoral até o fim do verão

Foto: Arnaldo Alves /ANPr

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) definiu que as Unidades de Conservação do Litoral Paranaense e Vale do Ribeira vão ficar fechadas para visitação até o fim de março, período de término do verão.

Segundo o IAP, esse prazo ainda pode ser ajustado conforme as condições climáticas, uma vez que o frio dificulta a propagação do mosquito transmissor da doença.

Os pesquisadores que atuam nestas áreas poderão agendar as visitações. Eles devem estar vacinados e apresentar a carteira de vacinação junto à autorização de pesquisa.

Ao todo, são 12 áreas fechadas pelo IAP. No litoral, estão fechadas as seguintes unidades: Parque Estadual do Boguaçu, em Guaratuba; Parque Estadual Pico Paraná, Parque Estadual do Pau Oco e Parque Estadual da Graciosa, em Antonina; Parque Estadual Roberto Ribas Lange e Parque Estadual Pico do Marumbi, em Morretes; Parque Estadual do Palmito, em Paranaguá; Parque Estadual Rio da Onça, em Matinhos; Área de Proteção Ambiental de Guaratuba; e Área de Proteção Ambiental Guaraqueçaba.

Locais como o Rio Nhundiaquara, em Morretes; Ponta da Pita e Rio do Nunes, em Antonina e Quintilha, em Paranaguá, onde há acesso de visitantes para passeios e descida dos rios com boias são de responsabilidade das prefeituras e de particulares, porém, a recomendação do IAP também para que as pessoas evitem essas regiões.

Reportagem: Kelly Frizzo