INSS: prova de vida deixa de ser obrigação dos segurados

Agora cabe ao Instituto fazer a comprovação por meio de cruzamento de dados

 INSS: prova de vida deixa de ser obrigação dos segurados

Foto: divulgação

A partir de agora, aposentados e pensionistas não precisam mais fazer a prova de vida do INSS. O processo mudou: cabe ao Instituto Nacional do Seguro Social fazer a comprovação por meio de cruzamento de dados.

Com as mudanças o INSS terá dez meses, a partir da data de aniversário do beneficiário, para comprovar que o titular está vivo. Para essa confirmação, podem ser usados dados que constam no passaporte, cartões de vacinação ou em operações de crédito, por exemplo.

Veja mais:

Se as informações forem insuficientes para provar que o beneficiário está vivo, o segurado será notificado pela central 135 ou app Meu INSS e terá dois meses para realizar a prova de vida no modelo anterior. Nesse caso, se o cidadão não comprovar que está vivo, um agente do INSS vai até a casa do segurado para fazer a verificação.

O aposentado Gastão Jorge gostou da novidade e disse que agora terá uma preocupação a menos.

Para o ministro da Previdência, Carlos Lupi, o novo sistema é mais justo com os segurados porque evita deslocamentos de idosos com dificuldades físicas.

Em 2023, o INSS deve comprovar a situação de cerca de 17 milhões de benefícios, entre aposentadorias, pensão por morte e benefícios por incapacidade. O segurado que quiser confirmar se a situação está regular, deve ligar no 135 ou acessar o aplicativo Meu INSS.

Com informações da Agência Brasil

Jéssica De Holanda

Eleição do Rei Momo abre Carnaval de Curitiba 2023

Eleição do Rei Momo abre Carnaval de Curitiba 2023

Escolha do Cortejo Real acontece nesta sexta-feira (27), no Memorial de Curitiba

Injúria racial: representação criminal é indispensável, diz advogada

Injúria racial: representação criminal é indispensável, diz advogada

Equiparado ao racismo, o crime agora não prescreve, mas precisa ser denunciado dentro do prazo

Unidade de cuidados paliativos do Erasto celebra 3 anos

Unidade de cuidados paliativos do Erasto celebra 3 anos

Unidade de cuidados paliativos possui 87% de atendimentos voltados para o SUS