Instituto de Identificação deve contratar empresa terceirizada para ajudar na emissão de RG

 Instituto de Identificação deve contratar empresa terceirizada para ajudar na emissão de RG

(Foto: Divulgaçào / SESP)

A novela em que se transformou o agendamento para solicitar a carteira de identidade em Curitiba ainda não tem prazo para encerrar. Embora o Instituto de Identificação do Paraná informe não haver problemas com o sistema de agendamento, o órgão reconhece que a procura aumentou e que o número de funcionários é o mesmo.

A situação fica pior nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, quando os pedidos para emissão do documento têm um acréscimo de até 40%, devido as férias escolares, viagens e matrículas. O estudante Luca Sutile tem uma viagem ao exterior marcada para agosto deste ano e quer estar com todos os documentos em dia para não ter problema na imigração. Ele conta que há três meses tenta agendar a segunda via do RG.

O estudante lembra que por vinte dias seguidos tentou acessar o site da polícia civil no horário em que as vagas são liberadas, mas até hoje não conseguiu marcar uma data para a confecção do documento.

O estudante ainda diz que no começo deste ano participou de um mutirão em que mais de mil senhas foram distribuídas aos cidadãos para emissão do documento. Luca Sutile diz que chegou duas horas antes do início da entrega das senhas, mas elas não estavam mais disponíveis.

O diretor do Instituto de Identificação do Paraná, Marcus Vinícius Michelotto, confirma que a demanda é superior a capacidade de atendimento e explica que boa parte das empresas e órgãos públicos tem solicitado o documento atualizado. Segundo ele, isso é que tem gerado a sobrecarga do sistema.

Atualmente, 500 vagas de agendamento em Curitiba são oferecidas por dia no site do Instituto. Marcus Vinícius Michelotto afirma que novas medidas devem ser implementadas nas próximas semanas na tentativa de desafogar o sistema.

Em contrapartida, há iniciativas em outros estados do país que têm dado certo e tem diminuído significativamente a fila de espera para a produção do documento. Há mais de 10 anos, em São Paulo, funciona o programa Poupatempo, um projeto que reúne em um único local, uma série de instituições e empresas públicas que prestam serviços à população.

Em média, 15 mil atendimentos referente a agendamento de segunda via da carteira de identidade são realizados pelo programa. O diretor de operações do Poupatempo, Leonardo Maciel, explica que apesar da grande demanda o prazo máximo de espera para o agendamento é de 10 dias.

Só no ano passado, o Poupatempo realizou mais de 35 milhões de atendimentos em todas as modalidades. Ainda de acordo com dados do governo de São Paulo, desde outubro de 1997, ano em que o projeto foi implantado, o número de atendimentos – presencial, por telefone e via totem – ultrapassa os 560 milhões.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem