CuritibaGeral

Inverno e Dia dos Namorados aumentam o consumo de vinhos

Durante a pandemia, a venda de vinhos no Brasil cresceu quase 30%

 Inverno e Dia dos Namorados aumentam o consumo de vinhos

foto: ilustrativa/ pixabay

O vinho é uma opção de presente para este Dia dos Namorados, especialmente em Curitiba, por causa da temperatura baixa. Segundo uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 19% dos casais pretendem comemorar a data com um jantar especial. É nesta comemoração que, de acordo com os especialistas, o consumo de vinho pode aumentar. O sommelier e gerente comercial da MMV, Jonas Martins, também destaca que o inverno favorece o maior consumo da bebida. Ele comenta ainda que, para esta época do ano, os vinhos tintos combinam com fondues.

Segundo a Organização Internacional da Vinha e do Vinho, no inverno as vendas da bebida saltam aproximadamente 20%. Jonas também pontua que, durante o frio, os vinhos brancos podem ser consumidos com queijos, geleias e pães.

Durante a pandemia, a venda de vinhos no Brasil cresceu quase 30%.

Reportagem Fernanda Scholze

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Assessores jurídicos denunciados pelo MP são presos em Curitiba

Assessores jurídicos denunciados pelo MP são presos em Curitiba

Eles foram localizados pela Centro de Inteligência da PM em um hotel da capital paranaense

Setran alerta para bloqueios na Avenida República Argentina

Setran alerta para bloqueios na Avenida República Argentina

Os usuários do transporte coletivo não vão ser afetados

Trânsito tem alterações em Curitiba devido à corrida neste domingo

Trânsito tem alterações em Curitiba devido à corrida neste domingo

O trajeto inicia às 06h30 na Praça do Japão e são esperados dois mil participantes

Museu lança campanha em memória às vítimas do Holocausto

Museu lança campanha em memória às vítimas do Holocausto

No início de 2022 foi registrado um aumento de 67% nos crimes de ódio