Jovens criam aplicativo para dar fim ao chamado dr. Google

Foto: divulgação/Gian Galani

Foi de olho nos problemas gerados a partir das consultas ao chamado doutor Google que três jovens de Curitiba criaram um aplicativo que conecta médicos (de verdade) a pacientes. O Proh é uma plataforma que centraliza a comunicação entre o público e esses profissionais sem o efeito invasivo, por exemplo, de uma ligação no celular ou uma mensagem via whatsapp.

A ideia é permitir o contato entre esses dois públicos fora do ambiente do consultório sem envolver a vida pessoal. E a decisão sobre a cobrança ou não do serviço fica a cargo de quem atende. É o que explica é um dos idealizadores da iniciativa, Pietro Maués.

Funciona assim: os médicos se inscrevem na plataforma gratuitamente e recebem um QR Code e um cartão que precisa ser escaneado pelo paciente para que o contato seja iniciado. Quando a mensagem é enviada ao profissional, ele tem um período de até três horas para responder ao pedido de orientação.

Os outros envolvidos na iniciativa são Bruna Cavalli Reis e Lucas Mengarda. Maués ressalta que a plataforma não deve ser encarada como uma possibilidade de consultas online.

O Proh já está disponível em todo o Brasil para download gratuito tanto na Apple Store quanto na Google Play. A grafia do nome do aplicativo é praticamente como se lê; a única diferença é a letra ‘h’ no final.

Reportagem: Daiane Andrade