Juíza manda soltar presos que roubaram R$ 465 mil de banco em São José dos Pinhais

Foto: divulgação/PM

A juíza Carolina Maia Almeida, da 2ª Vara Criminal de São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, mandou soltar os três homens presos em flagrante, segunda-feira (28) pela manhã, em um assalto a banco. Eles foram abordados no momento em que saíam com quase meio milhão de reais de uma agência do Bradesco, na Avenida das Américas, em São José dos Pinhais.

Na decisão, a juíza observa que o crime ‘não foi cometido com o emprego de violência’, o que demonstra que a prisão deles ‘não se faz necessária à garantia da ordem pública’. Ela destaca ainda que ‘não há elementos objetivos’ que evidenciem que ‘em liberdade’, os presos possam atrapalhar as investigações.

O crime prevê pena de dois a oito anos de prisão. Mesmo condenados, eles não vão cumprir a sentença presos. Por isso, a juíza avalia que a prisão preventiva ‘seria desproporcional’.

Agora, eles têm obrigação de manter o endereço atualizado junto à justiça e não podem permanecer fora da cidade por mais de oito dias. O trio foi surpreendido pela polícia quando tentava fugir pelos fundos do banco. A polícia foi acionada por moradores da região, que desconfiaram do barulho. Com os bandidos, os policiais apreenderam serras para perfuração de paredes, assim como dois revólveres.

Dos três homens presos, pelo menos dois já estiveram detidos pelo mesmo crime, há cerca de um ano. Todo o dinheiro que seria levado na ação foi recuperado: uma quantia de R$ 465 mil. Os carros utilizados pela quadrilha – sendo um veículo furtado há alguns dias, também foram recuperados e encaminhados à delegacia.

Reportagem: Cleverson Bravo/ Ricardo Pereira

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*