Justiça bloqueia bens de prefeito de Cruzeiro do Sul por fraude em licitação

(Foto: Google Street View/BandNews Curitiba)

A Justiça determinou o bloqueio de bens do prefeito de Cruzeiro do Sul e de outros quatro investigados por fraude em um processo licitatório. A liminar atende ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Paraná. O MP relata que os investigados praticaram ato de improbidade administrativa por burlarem a licitação e favoreceram a empresa do ex-diretor de esportes da cidade.

Segundo o Ministério Público isso tirou o caráter competitivo do pregão. A entidade foi contratada para prestar serviços na área de ensino de esportes e condicionamento físico para crianças, adolescentes e adultos. A Promotoria sustenta que as ilegalidades levaram a um prejuízo de mais de 31 mil reais aos cofres públicos.

 Reportagem: Felipe Harmata

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*