Política

Justiça determina que Dallagnol exclua vídeos com críticas ao STF

Candidato informa que já retirou do ar em todas as redes sociais os vídeos

 Justiça determina que Dallagnol exclua vídeos com críticas ao STF

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil – Arquivo

Após determinação do Tribunal Regional Eleitoral, Deltan Dallagnol (Podemos), candidato à deputado federal nas eleições deste ano, informa que já retirou do ar em todas as redes sociais os vídeos em que faz críticas ao Supremo Tribunal Federal. No vídeo o candidato se refere à Corte Suprema da República como “casa da mãe Joana, uma mãe para os corruptos do nosso país”.

Na decisão, a juíza auxiliar Melissa de Azevedo Olivas explica que a lei estabelece que a propaganda eleitoral, que atinge órgãos e entidades que exerçam autoridade pública, é vedada. Para a juíza a postagem é um claro ataque à instituição Suprema do Poder Judiciário brasileiro.

De acordo com a determinação judicial, o candidato teria um dia útil para retirar o material do ar, sob pena de multa diária de cinco mil reais. Em nota, Deltan Dallagnol disse que, ainda que haja duras críticas ao STF, o vídeo não trazia ataques ao Supremo ou à Democracia.

Deltan disse ainda que reconhece no próprio vídeo a importância das instituições e do STF, ressaltando que a instituição é uma “casa essencial à democracia”, além de ter mencionado expressamente a existência de uma minoria honrosa de integrantes do Supremo que resiste aos retrocessos no combate à corrupção. Os vídeos já foram todos removidos das redes sociais do candidato.

Reportagem por Vanessa Fontanella

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

TRE-PR espera redução de filas no 2° turno

TRE-PR espera redução de filas no 2° turno

Falta da cola e número alto de eleitores podem ter causado demora no primeiro turno

Contas do Estado em 2021 serão julgadas na Alep

Contas do Estado em 2021 serão julgadas na Alep

Relatório de gastos foi aprovado nesta quarta (5) pelo TCE-PR

Eleições 2022: em Brasília, Ratinho defende reeleição de Bolsonaro

Eleições 2022: em Brasília, Ratinho defende reeleição de Bolsonaro

Governador afirma que mais de 70% dos prefeitos do Paraná vão apoiar Bolsonaro