Justiça Federal retoma audiências da Lava Jato na semana que vem

Foto: Divulgação/JF-PR

A Justiça Federal do Paraná retoma na semana que vem as audiências de instrução de ações penais decorrentes da operação Lava Jato. Na segunda-feira (11) prestam depoimento cinco testemunhas de acusação em processo que tem como réus o ex-prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos, conhecido como Dr. Hélio (PDT), o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares e mais quatro pessoas. Todos respondem pelo crime de lavagem de dinheiro.

A denúncia do Ministério Público Federal foi apresentada à Justiça em outubro de 2016. De acordo com o MPF, Dr. Hélio foi beneficiado com cerca de R$ 4,2 milhões, que foram obtidos a partir de um empréstimo fraudulento feito pelo Banco Schahin ao pecuarista José Carlos Bumlai. O empresário retirou ao todo R$ 12 milhões, junto à instituição financeira, mas nunca pagou a quantia. Serão ouvidos no dia 11 de fevereiro, o pecuarista José carlos Bumlai, o empresário Salim Schahin, o ex-deputado estadual do PT Francisco Carlos de Souza e os advogados Castellar Modesto Guimarães Filho e José Caubi Diniz Junior.

As audiências estão marcadas para as dez horas da manhã e duas horas da tarde. Esta é a primeira audiência da Lava Jato em 2019 depois do retorno do recesso do judiciário. Os últimos depoimentos relacionados à Lava Jato foram realizados em novembro de 2018 em ação penal que tem como réu o ex-presidente Lula e que apura se o petista recebeu propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP). Esta ação penal está em fase final e aguarda sentença do juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba.

Reportagem: Thaissa Martinuk

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*