PolíticaGeral

LDO volta a ser aprovada pela Câmara

Lei traz metas físicas que a Prefeitura promete cumprir em 2023

 LDO volta a ser aprovada pela Câmara

Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Curitiba

Segue para sanção do Executivo o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias 2023. Aprovado em dois turnos, por unanimidade, o texto estima R$ 9,7 bilhões, em receitas e despesas, para o próximo ano. Ou seja, um crescimento de 7% em relação ao Orçamento de 2022. 58% da arrecadação virá de fontes do próprio município, com receitas do Imposto sobre Serviços (ISS) na ordem de R$ 1,79 bilhão. Também são esperados R$ 1,2 bilhão do IPTU e R$ 420 milhões do ITBI. Nesse cenário, apenas 15,9% seriam provenientes de transferências da União e 13,6% do Estado.

O Executivo também espera um aumento de 19% nos investimentos, subindo de R$ 551 milhões neste ano para R$ 658 milhões em 2023.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias traz a relação de metas físicas que a administração municipal promete cumprir no ano que vem e também fixa limites ao orçamento, antecipando à população onde o Executivo planeja gastar os recursos públicos.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Ausência de Ratinho Jr. no debate repercutiu entre os candidatos

Ausência de Ratinho Jr. no debate repercutiu entre os candidatos

Primeiro debate aconteceu na noite de domingo (8), na sede da Tv Band, em Curitiba

Debate da Band reúne 8 candidatos ao Governo do Paraná

Debate da Band reúne 8 candidatos ao Governo do Paraná

Candidato à reeleição, Ratinho Junior não compareceu ao evento

Guto Silva desiste de candidatura ao Senado pelo Paraná

Guto Silva desiste de candidatura ao Senado pelo Paraná

Guto Silva assume um cargo na coordenação da campanha de reeleição do governador Ratinho Junior