NacionalEconomia

Lei orçamentaria prevê orçamento de R$ 60,5 bilhões para 2023

O crescimento chega a 10% em relação ao orçamento deste ano

 Lei orçamentaria prevê orçamento de R$ 60,5 bilhões para 2023

Foto: Gustavo Pontes/Casa Civil

Com crescimento de 10% em relação ao orçamento deste ano. O governo do estado entregou nesta segunda-feira (3) à Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2023. Com orçamento total de R$ 60,5 bilhões para o próximo ano, a receita traz informações sobre orçamento, as unidades administrativas do estado, estimativa das receitas e detalhamentos das despesas.

O documento é integrado pelo orçamento fiscal, orçamento do regime próprio de previdência social do estado do Paraná (RPPS) e orçamento de investimento das empresas públicas e das sociedades de economia mista. Para os poderes legislativos, judiciário e do ministério público, o orçamento chega a R$ 5,9 bilhões da receita vinculada.

Além disso, estão previstos cerca de R$ 9 bilhões para educação básica, R$ 3 bilhões para ensino superior e mais de R$ 6 bilhões para a saúde.

O documento protocolado ainda prevê alguns riscos fiscais, como a Lei Complementar 194/2022, que limita as alíquotas de ICMS da gasolina, operações com energia elétrica e serviço de comunicações de 29% para 18%.

Levando em conta este cenário, o impacto potencial sobre as receitas paranaenses chegará a aproximadamente R$ 7 bilhões para o próximo exercício.

Leia Também:

Por unanimidade, STF mantém isenção de IR sobre pensão alimentícia

Reportagem por Mariane Senhuk, com supervisão de Ana Flavia Silva.

mariane.abreu

Governo Federal garante liberação de R$ 460 milhões para Educação

Governo Federal garante liberação de R$ 460 milhões para Educação

A ação permite o pagamento de 100% da bolsa assistência estudantil, bolsas PET, entre outros

Veja as principais infrações de motoristas de app e taxistas

Veja as principais infrações de motoristas de app e taxistas

Estacionar em fila dupla e parar no meio da via lideram ranking

Crédito extraordinário e PEC da Transição podem salvar universidades

Crédito extraordinário e PEC da Transição podem salvar universidades

Representantes das Instituições Federais se reuniram com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira