Paraná

Mais de 140 pontos de bloqueios são liberados no Paraná

Foram identificadas 35 pessoas que estariam à frente das manifestações do estado

 Mais de 140 pontos de bloqueios são liberados no Paraná

Foto: Colaboração / Whatsapp / Kiko Zamoiski

Desde segunda-feira (31), as forças de segurança do Paraná encerraram 145 bloqueios em rodovias estaduais e federais que cortam o estado. O levantamento foi divulgado por volta das oito da noite desta quarta-feira (02).

Segundo o Governo do Paraná, mais de 4,5 mil policiais militares e 1,5 mil viaturas da Polícia Militar circulam pelas rodovias a fim de conter o avanço das manifestações, em apoio ao efetivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A medida visa o cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que orienta a desobstrução de qualquer espaço público que esteja ocupado em manifestações.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro divulgou um pronunciamento, nas redes sociais, e pediu aos manifestantes que desobstruam as rodovias.

Até às oito da noite desta quarta-feira (02), tinham sido registrados 109 boletins de ocorrência. Ainda foram identificadas 35 pessoas que estariam à frente das manifestações. A Secretaria Estadual da Segurança Pública busca mais responsáveis a fim de autuar e multar os incentivadores das ilegalidades.

Ainda não há um balanço estadual do montante de multas de trânsito aplicadas. As informações também vão ser repassadas ao Poder Judiciário.

“Graças à liberação parcial das rodovias, as cargas perecíveis, medicamentos, pessoas doentes e alimentos já estão circulando normalmente dentro do Estado”, afirmou o secretário do Segurança Pública, Wagner Mesquita, após uma reunião com todas as forças nesta quarta-feira (02).

Até o começo da noite (quarta) foram identificados 42 pontos de bloqueio parcial nas rodovias estaduais. Já nas estradas federais são 20 bloqueios.

Fonte: AEN

Cleverson Bravo

Litoral paranaense tem alerta vermelho para acumulados de chuva

Litoral paranaense tem alerta vermelho para acumulados de chuva

Há risco de alagamentos, transbordamento de rios e deslizamentos, com chuva de até 100 mm/dia

Guarapuava volta a exigir máscaras em caso de sintomas respiratórios

Guarapuava volta a exigir máscaras em caso de sintomas respiratórios

O uso também é obrigatório no aeroporto, em hospitais e outros estabelecimentos de saúde

Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

Cadeira Anfíbia: profissionais são capacitados para o uso do equipamento

As cadeiras anfíbias permitem o acesso de pessoas com deficiência à areia e ao mar

Expectativa de vida aumenta para 78,5 anos no Paraná

Expectativa de vida aumenta para 78,5 anos no Paraná

Com o censo populacional defasado, os dados ainda não consideram a pandemia do coronavírus