COLUNAS

Colunistas // Mirian Gasparin

Patrocínios a eventos atraem clientes e aumentam receitas

 Mais empresas buscam atrelar suas marcas a eventos do bem

Foto: Congresso Internacional de Felicidade

Em meio a uma época cada vez mais marcada por polarizações, várias empresas têm procurado atrelar suas marcas a eventos e iniciativas “do bem”, conectando sua imagem com o bem-estar, com a tolerância e com a saúde física e mental dos consumidores.

E isso pode ser visto no quinto Congresso Internacional de Felicidade e no Festival de Felicidade, eventos realizados em Curitiba, e que registraram o maior número de patrocinadores desde sua criação, em 2016. Entre patrocínios e parcerias, os dois eventos contaram com o apoio de 17 empresas privadas do Paraná e de fora do Estado. Também houve participação de empresas públicas paranaenses.

Para as empresas, esta parceria vai além de criar uma conexão com o público presente nos eventos. O objetivo é demonstrar uma preocupação com o bem comum e com a prosperidade da sociedade.

Eu conversei com especialistas em marketing e eles me disseram que patrocinar um evento, além de aumentar o número de clientes, também ajuda a reter os consumidores, que já compram o produto ou serviço da empresa.

Outra vantagem de estar presente a um evento como patrocinador é reforçar o valor da marca e fortalecer o posicionamento de negócio, além de se relacionar com novos contatos e potenciais clientes. Também é possível incrementar a receita através do aumento do ticket médio de vendas diretas.

Vamos supor que uma empresa investiu R$ 10 mil em um evento ligado à sua área de atuação, ao qual compareceram cerca de mil participantes, esse valor representará R$ 10 por cada participante.

Supondo ainda que o ticket médio do produto seja de R$ 500, a empresa precisará realizar acima de 20 vendas para ter um retorno positivo sobre o investimento, ou seja, um percentual de 2%. Além de uma de conversão baixa para se ter lucratividade, participar de eventos amplia o contato da marca e estreita laços com o público-alvo.

Agora, a dúvida dos empresários, em especial os de pequeno porte, é sobre qual o melhor evento para investir em patrocínio? Pois bem, para avaliar se o evento vale a pena é bom observar os outros patrocinadores, analisar o histórico do evento e verificar se os patrocinadores antigos continuam voltando. 

Confira a coluna em áudio:

Mirian Gasparin