CuritibaGeral

Material escolar: pressa na compra pode deixar lista mais cara

O Procon/Pr alerta pais e responsáveis que ainda não fizeram as compras

 Material escolar: pressa na compra pode deixar lista mais cara

Foto: Albari Rosa/AEN

Com a chegada do ano letivo, pais e responsáveis que ainda não compraram o material escolar precisam providenciar o quanto antes e não deixar para a última hora. Nessa época do ano, o Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) faz o alerta de que a pressa pode ser inimiga do orçamento.

Veja mais:

Além do aumento dos preços desses itens, a ansiedade em garantir os materiais pode pesar no bolso. Segundo o Procon/PR, mesmo com pressa, é preciso pesquisar os preços. Na falta de tempo, uma opção é o aplicativo Menor Preço, vinculado ao Nota Paraná, que ajuda a verificar os valores praticados no mercado. O aplicativo pode ser baixado acessando o site do programa, na aba “consumidor”.

Claudia Silvano, chefe do Procon/PR, afirma que pesquisar preços e fazer as compras junto a outros pais ou responsáveis pode garantir uma economia na lista.

Claudia também faz o alerta sobre o que deve ou não conter na lista dos materiais escolares.

Caso o consumidor considere a lista escolar abusiva ou tenha dúvidas quanto ao pedido de materiais, deve procurar primeiramente a instituição de ensino e, não havendo solução, o Procon-PR deve ser acionado pelos canais oficiais.

Reportagem: Fred Fiandanese, com supervisão de Cleverson Bravo

Frederico Machado

Fãs e Prefeitura de Curitiba pedem show do RBD

Fãs e Prefeitura de Curitiba pedem show do RBD

Grupo realizará duas apresentações no Brasil. Nas redes sociais, a cidade faz apelo pelos cantores

Museu e biblioteca têm programação especial de férias

Museu e biblioteca têm programação especial de férias

São atividades gratuitas como laboratório artístico, cineclube e oficina de produção de bonecos

90 bairros de Curitiba e região ficam sem água

90 bairros de Curitiba e região ficam sem água

Só na capital paranaense serão 61 bairros afetados

Armazém da Família oferece produtos até 30% mais baratos

Armazém da Família oferece produtos até 30% mais baratos

Curitibanos cadastrados no site Armazém da Família podem economizar nas compras de alimentos