Mesária é dispensada em Curitiba por usar camiseta “lute como uma garota”

(Foto: Arquivo Pessoal)

Uma mesária voluntária foi expulsa na tarde deste domingo (28) da seção eleitoral em que estava trabalhando no bairro Pilarzinho, em Curitiba. Cassia Bruel Moro, de 28 anos, que trabalha como designer, usava uma camiseta com os dizeres “lute como uma garota”, o que foi interpretado como propaganda partidária.

A decisão é do juiz eleitoral de plantão Lourenço Cristovão Chemim e teria sido motivada por uma denúncia anônima. Esta era a oitava vez que Cassia atuava como voluntária em eleições. Ela tinha a função de presidente de mesa na Seção 128, da Zona Eleitoral 001, na Escola Municipal Mirazinha Braga. Com a dispensa, ela deve perder os benefícios previstos em lei para os mesários voluntários.

A assessoria do Tribunal Regional Eleitoral confirmou a situação. De acordo com o TRE, o juiz solicitou verbalmente que a voluntária trocasse a camiseta por estar, segundo ele, associada a uma das campanhas. A candidata Manoela D’ávila (PCdoB), vice na chapa de Fernando Haddad à presidência da República, usa uma camiseta igual. O modelo é de uma marca curitibana ligada ao movimento feminista que defende os direitos das mulheres.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, o desembargador Luiz Oyama, falou em coletiva que mesmo que a designer tem sua posição ideológica, não pode se manifestar pois na função de mesária ela está representando a Justiça Eleitoral à serviço dos eleitores.

A mesária não vai ser responsabilizada criminalmente, segundo o TRE.

Reportagem: Narley Resende/ Ana Flavia Silva/ Cleverson Bravo