MON e Sesc têm opções de colônia de férias

(Foto: divulgação/MON)

Opção para quem não tem com quem deixar as crianças no período de recesso escolar, as colônias de férias são também formas de enriquecer a rotina dos pequenos durante a folga da escola. Em Curitiba, muitas instituições oferecem atividades direcionadas nessa época do ano. E em muitos casos, embora as crianças estejam brincando, elas também aprendem.

No Museu Oscar Niemeyer, por exemplo, será possível fazer oficinas de gravuras, modelagem em argila e de carimbo além de passeios guiados pelas mostras em cartaz. Segundo a coordenadora do setor executivo do MON, Cláudia Stoicov, os espaços foram divididos, para atender a todas as faixas etárias – inclusive os adultos.

A programação começa no dia 16 e vai até 19 de julho, sempre das 13h às 17h. A programação completa está no site do Museu e o participante pode escolher quais atividades quer participar. Os ingressos podem ser comprados diretamente na bilheteria do MON. Os espaços reservados para as oficinas e brincadeiras terão o custo diário de R$ 15 (para crianças até 12 anos).

A partir dessa idade, o custo é do ingresso de entrada do Museu (R$ 20 inteira). Dinâmicas e contações de histórias vão ser realizadas em horários fixos a cada dia, com o custo único do ingresso de entrada ao MON. Outra instituição que oferece uma intensa programação nessa época é o SESC, com o projeto Brincando nas Férias. São atividades recreativas, esportivas e culturais para crianças de 6 a 12 anos.

O analista de esporte e lazer Carlos Holdefer explica que a programação segue uma temática e que os valores cobrados incluem todas as atividades oferecidas e o lanche.

Cada unidade do SESC no Paraná segue um calendário específico de programação. Em Curitiba, o SESC da Esquina e a unidade Portão já estão com a colônia de férias em funcionamento. Mais informações sobre preços e datas estão no site sescpr.com.br.

Reportagem: Ana Flavia Silva