Curitiba

Mona Lisa VS Adolph Hitler reflete sobre a palavra

Estreia comemorou os 40 anos de carreira do diretor Edson Bueno

 Mona Lisa VS Adolph Hitler reflete sobre a palavra

Foto: divulgação

Sirene, alerta, luz e apagão. Foi assim o início da peça Mona Lisa VS Adolph Hitler, relatando o cenário de 1944, fim da Segunda Guerra Mundial, mas poderia ser um relato da atualidade, com o mundo amedrontado com as consequências do conflito na Ucrânia. O propósito não foi falar sobre dilemas morais ou sobre os alemães contra os franceses, mas promover a reflexão sobre o poder das palavras, das mentiras e do medo, fazendo com que as pessoas realizem coisas que até então pareciam impossíveis.

A adaptação e direção do espetáculo são de Edson Bueno, que está completando 40 anos de carreira e escreveu esta peça em 2018. “Ele tem versatilidade, sentimentalismo e ao mesmo tempo realismo, os textos dele tocam a alma”, comenta Claudete Dias Bozza, mãe de Ingrid Bozza, atriz e amiga do elenco.   

Ingrid já viu a adaptação diversas vezes e é uma grande fã do trabalho de todos os envolvidos com a produção, por isso levou a mãe para assistir pela primeira vez. Ela fala que, para o momento atual, o conteúdo da peça é pertinente, além de “ser uma aula, (porque) às vezes são coisas que não sabemos e precisamos saber. Este espetáculo é assim”, completa Ingrid.

O auditório do Teatro José Maria, onde aconteceu a apresentação, é pequeno, o que criou uma sensação intimista. O cenário é uma sala francesa, levando o público a mergulhar em Paris, no fim da Segunda Guerra. E as pessoas pareciam eufóricas e curiosas com o conteúdo da peça, que se passa na capital da França ainda dominada pelas tropas alemãs, mas prestes a ser libertada pelas tropas aliadas.

Hitler, sabendo que a derrota estava próxima, ordena que o comandante-geral dizime a cidade inteira. Assim, quando as tropas aliadas entrassem na cidade, não haveria nada para ser libertado. Porém, na noite anterior à execução da ordem, o cônsul sueco visita o general em Paris, em uma tentativa desesperada de convencer o militar a não cometer tamanha atrocidade. Essa história é real e o público só sabe o desfecho no fim da apresentação, com uma breve explicação do diretor, também ator, sobre qual foi o destino dos personagens.

SERVIÇO:

Data: 31/03 e 01/04

Categoria: Drama

Classificação: 12 anos

Duração: 60 minutos

Horário: 21h00

Ingressos: R$ 80,00 (inteira), R$ 40,00 (meia)

Local/Endereço: Teatro José Maria Santos – Rua Treze de Maio, nº 655 – São Francisco

A reportagem faz parte do projeto especial para o site bandnewsfm feita em parceria com estudantes do curso de Jornalismo da Universidade Positivo. O texto é de Letícia Dams.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Ação inverno é prorrogada em Curitiba

Ação inverno é prorrogada em Curitiba

Mesmo na primavera, o frio e a chuva continuam em Curitiba

Serviços da Urbs passam a ser marcados no Agenda Online

Serviços da Urbs passam a ser marcados no Agenda Online

Em média, dois mil agendamentos são feitos por dia

Campanha de vacinação contra a poliomielite é prorrogada em Curitiba

Campanha de vacinação contra a poliomielite é prorrogada em Curitiba

A imunização é feita de segunda a sexta-feira em 106 unidades de saúde da cidade

Está aberto o Cadastramento Escolar de Curitiba

Está aberto o Cadastramento Escolar de Curitiba

Devem ser registradas crianças que não estão matriculadas na Rede Municipal de Ensino da cidade