CuritibaGeral

Morte na Pedreira: Inquérito é concluído e polícia descarta homicídio

Phelipe Francisco Lourenço, 25 anos, havia ido ao festival “Muvuca” no dia 13 de agosto

 Morte na Pedreira: Inquérito é concluído e polícia descarta homicídio

Foto: Divulgação

A Polícia Civil concluiu o inquérito da morte do jovem que foi encontrado boiando no lago da Ópera de Arame após um festival de música na Pedreira Paulo Leminski. Na época, a delegada responsável pelo caso, Tathiana Guzella, já havia descartado a possibilidade de homicídio e agora, com a conclusão do inquérito, ela mais uma vez exclui a hipótese de crime.

O caso aconteceu no dia 13 de agosto. Phelipe Francisco Lourenço, de 25 anos, havia ido ao festival “Muvuca” com os amigos. Na saída do evento, quando já estava do lado de fora da Pedreira, o jovem teria pulado os portões para retornar ao local. Imagens gravadas pelas câmeras de monitoramento mostraram Phelipe correndo sem rumo, até que ele foi em direção a uma área de acesso restrito.

Veja mais:

Lá ele teria caído do penhasco, um paredão de 14 metros. O jovem foi encontrado no lago, chegou a ser socorrido, mas morreu na Unidade de Pronto Atendimento do Boa Vista. O diretor da Polícia Científica, André Ribeiro, explica que foi identificada a presença de álcool no organismo de Phelippe e confirma que a morte dele foi por afogamento.

No laudo toxicológico realizado pela Polícia Científica em outubro foi apontada a ingestão de 18,5 decigramas por litro de álcool no sangue, que de acordo com a polícia, representa um alto consumo de bebidas alcóolicas.

Reportagem por Vanessa Fontanella

jully.mendes

Alunos com deficiência: escolas devem garantir acessibilidade

Alunos com deficiência: escolas devem garantir acessibilidade

O colégio deve preparar a estrutura e fornecer um tutor, caso necessário

Número de passageiros cresce 65% no Afonso Pena em 2022

Número de passageiros cresce 65% no Afonso Pena em 2022

Alta foi registrada mesmo com aumento do valor da passagem 4x maior do que inflação

Orientações para combater a violência nos condomínios são reforçadas

Orientações para combater a violência nos condomínios são reforçadas

Condomínios da capital paranaense podem ter placa para combater a violência doméstica

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

As oportunidades estão nos campi de Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina e Pontal do Paraná