Motoristas reclamam e Setran promete fiscalização para região entre os bairros Hauer e Boqueirão próximo à Linha Verde

(Foto: reprodução/Google Street View)

Não é de hoje que os ouvintes da BandNews reclamam da rua Professor João Soares Barcelos, entre os bairros Hauer e Boqueirão, principalmente no sentido Linha Verde. Eles contam que o volume de veículos nos horários de pico é tão grande que impacta a situação de muitas outras vias no entorno, como a rua Sônia Maria e a Cleto da Silva.

Juliane Aparecida dos Santos é consultora de sistemas e mora na região. Para ela, o cenário começou a ficar mais complicado depois da implantação da Linha Verde.

Quem também convive com essa realidade é a auxiliar financeira Angela Abelardino da Silva. Ela conta que, para fugir dos congestionamentos, tem muito motorista desrespeitando a legislação de trânsito.

Procurado pela reportagem, o diretor de Fiscalização da Superintendência de Trânsito de Curitiba, Wagnelson de Oliveira, prometeu ações imediatas para a região.

Sobre os semáforos, a contadora Denise Franciele Porto explica que falta sincronia e que até já mudou a vida pessoal para tentar prejudicar menos a rotina profissional.

A contadora insiste que a falta de fiscalização compromete ainda mais a situação que já é muito complicada.

A empresária Daiane Patrícia Gluchak também alerta para os casos em que os veículos ficam parados em áreas proibidas, aquelas indicadas com pintura amarela (as caixas amarelas).

O diretor da Setran, por sua vez, diz que a Administração Municipal não descarta a hipótese de binários.

A Setran pede ainda que a população sempre informe, via Central 156, a existência de pontos da cidade onde muitas infrações são cometidas.

Reportagem: Daiane Andrade