ParanáCidades

Mudas de restinga são retiradas da orla de Matinhos

O projeto prevê a ampliação da área de restinga e a retirada de vegetação exótica

 Mudas de restinga são retiradas da orla de Matinhos

Foto: Denis ferreira Netto/SEDEST

As mudas de restinga na orla de Matinhos começaram a ser coletadas nesta semana para ser usadas na recuperação do canteiro do litoral do Paraná. O projeto prevê a ampliação da área de restinga e a retirada de vegetação exótica, considerada danosa ao meio ambiente.

Atualmente, são quase 35 mil metros quadrados de restinga plantados na cidade, sendo 16 mil metros quadrados de vegetação exótica. No futuro serão 100 mil metros quadrados de vegetação renovada, segundo o projeto financiado pelo Governo do Paraná, via Instituto Água e Terra (IAT), e executadas pelo Consórcio Sambaqui, vencedor da licitação pública.

O material genético das plantas será encaminhado ao viveiro construído pelo consórcio, em terreno doado pela Prefeitura de Matinhos. Segundo o diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do IAT, José Luiz Scroccaro, este é o momento de cultivo.

O coordenador de Saúde, Meio Ambiente e Segurança do Consórcio Sambaqui, Paulo Roberto Geraldo Filho, afirma que essa fase também integra o cronograma de preparação do canteiro de obras. A dragagem começa em julho.

De acordo com o engenheiro florestal e consultor do consórcio, Hiago Adamoski, a coleta do material genético da restinga é importante para garantir a característica da vegetação do litoral.

O processo de coleta de material genético tem previsão de duração de duas semanas. As mudas são preparadas para serem plantadas conforme as obras forem executadas, com previsão de término em 2024.

Por Lorena Pelanda

lorena.pelanda

Intenção de consumo do paranaense cresce em setembro

Intenção de consumo do paranaense cresce em setembro

Alta de setembro foi de 4% e voltou a patamar de satisfação com 100,8 pontos

300 mil domicílios do Paraná não têm acesso à internet

300 mil domicílios do Paraná não têm acesso à internet

Segundo o IBGE, o acesso à rede cresceu 5 pontos porcentuais, chegando a 90%

Primavera começa com baixas temperaturas

Primavera começa com baixas temperaturas

Expectativa é de chuvas influenciadas pelo La Niña