Curitiba

Mulher é detida em flagrante por injúria racial na Câmara

Ela fez comentários de cunho racistas contra um funcionário terceirizado

 Mulher é detida em flagrante por injúria racial na Câmara

Foto: Arquivo/CMC

Uma mulher foi detida em flagrante, na tarde desta quinta-feira (08), após uma ocorrência de injúria racial, na recepção da Câmara Municipal de Curitiba. Ela fez comentários preconceituosos, de cunho racistas, contra um funcionário terceirizado do Legislativo.

O homem negro faz parte da equipe de vigilância patrimonial da Câmara e procurou a Diretoria de Segurança para relatar o ocorrido. A Guarda Municipal foi acionada e conduziu a mulher para as autoridades policiais.

Ela estava na Câmara para participar de uma audiência pública. As ofensas foram proferidas quando a mulher chegou ao local e abordou o funcionário. Ela queria saber onde seria realizado o evento e também foi servida com um copo de água.

VEJA TAMBÉM

Após a ocorrência ser relatada pelo servidor, a mulher foi retirada da audiência para o flagrante ser lavrado.

Boletim de ocorrência

A Câmara disse que “o caso foi reportado à Polícia Civil para averiguação e possível enquadramento como racismo” e que o funcionário vai receber “todo o apoio institucional” durante a investigação. O servidor foi acompanhado por um procurador jurídico, que é membro da Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil.

A Câmara reforçou que “repudia o racismo ou qualquer outro tipo de discriminação” e defendeu “um encaminhamento exemplar, para que situações deste tipo cessem”. O Legislativo ainda reafirmou o apoio aos funcionários terceirizados, “para que se sintam amparados para denunciar casos de racismo e quaisquer tipos de discriminação”.

Fonte: CMC

Cleverson Bravo

Júri de Renata Muggiati tenta esclarecer divergências entre laudos

Júri de Renata Muggiati tenta esclarecer divergências entre laudos

Irmã da fisiculturista confia que Suss Marques será condenado