PolíticaEleições

Na pesquisa ao senado, Álvaro Dias lidera no Paraná

Depois dele, vem o ex-juiz federal, Sérgio Moro (União Brasil), que pontuou 27%

 Na pesquisa ao senado, Álvaro Dias lidera no Paraná

Foto: Thatia Martins/Site Alvaro Dias – Arquivo

O atual senador e candidato à reeleição, Álvaro Dias (Podemos), está à frente na pesquisa eleitoral para o senado. Os dados do Instituto de Pesquisas Políticas e Econômicas, o Ipespe, divulgados nesta quinta-feira, mostram que Álvaro Dias registrou 31% das intenções de voto. Depois dele, vem o ex-juiz federal, Sérgio Moro (União Brasil), que pontuou 27%. Os números destacam praticamente um empate entre os dois. Em seguida, vem o candidato Paulo Martins (PL) com 9% das intenções de voto. Já Aline Sleutjes (PROS) e Orlando Pessuti (MDB) registraram 3% cada.

Desirre Salgado (PDT) e Rosane Ferreira (PV) tiveram 1% das intenções de voto. O candidato Laerson Matias (PSOL) não alcançou a pontuação de 1% na pesquisa. A margem de erro dos números é de 3,2% para menos ou para mais, com nível de confiança de 95,5%. Entre os dias 13 e 15 de agosto, foram ouvidos 1000 eleitores pelo Ipespe. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 03631/2022 e no TRE 05880.

Reportagem: Leo Coelho

mariane.abreu

Traiano pode assumir 5º mandato seguido na presidência da Alep

Traiano pode assumir 5º mandato seguido na presidência da Alep

Supremo Tribunal Federal limitou reeleições, mas decisão não tem efeito retroativo

TSE mantém inegibilidade de Jocelito Canto e Richa será deputado

TSE mantém inegibilidade de Jocelito Canto e Richa será deputado

Canto foi condenado em 2002 por improbidade administrativa mas só pagou a multa em 2022

TSE julga nesta terça (6) candidatura de Jocelito Canto (PSDB)

TSE julga nesta terça (6) candidatura de Jocelito Canto (PSDB)

Se TSE negar recurso, Beto Richa (PSDB) assume o lugar de Jocelito Canto na Câmara

Com texto alterado antes da votação, vereadores aprovam novo IPTU

Com texto alterado antes da votação, vereadores aprovam novo IPTU

Proposta altera a base para o cálculo do IPTU e foi substituída depois das discussões