NacionalGeral

20% das crianças e adolescentes têm colesterol alto

Nesta segunda-feira (08) é o dia nacional do combate ao colesterol

 20% das crianças e adolescentes têm colesterol alto

Foto: Marieli Prestes/Hospital Pequeno Príncipe

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) cerca de 20% das crianças e adolescentes brasileiros têm colesterol alto. Nesta segunda-feira (08) é o dia nacional do combate ao colesterol e especialistas fazem alerta para a importância de buscar alternativas de alimentos mais saudáveis para uma melhor qualidade de vida, especialmente para as crianças. Manter hábitos saudáveis durante a rotina do dia-a-dia se torna uma tarefa difícil para algumas famílias. Por esse motivo, pesquisas apontam um aumento do consumo de ultra processados, congelados e enlatados neste período, ações que são reforçadas principalmente em contextos de baixa renda familiar. O consumo destes alimentos pode ocasionar o aumento do LDL, popularmente conhecido como “colesterol ruim”. Segundo a nutricionista do Hospital Pequeno Príncipe, Maria Emília Suplicy, a doença não apresenta sinais nas crianças, por isso é fundamental realizar exames de rotina, principalmente quando há histórico na família.

O diagnóstico é feito pela avaliação do perfil lipídico, entre os 9 e 11 anos de idade. Já para crianças com histórico familiar ou outros fatores de risco, a triagem deve ter início após os 2 anos. Implementar bons hábitos alimentares desde a primeira infância e estimular à prática de atividade física ajudam a prevenir o aumento do colesterol, conclui a nutricionista.

Em relação aos altos custos dos alimentos mais saudáveis, recomenda-se consumir produtos da época, que têm seus preços reduzidos. A compra em feiras livres e os sacolões de bairros são boas alternativas.

carolina.genez

Fugir do frio com segurança requer uma série de cuidados

Fugir do frio com segurança requer uma série de cuidados

Corpo de Bombeiros orienta para instalação correta de equipamentos que esquentam