Número mortes por atropelamento sobe em Curitiba

 Número mortes por atropelamento sobe em Curitiba

Os atropelamentos diminuiram em Curitiba nos primeiros meses do ano, mas o número de feridos e mortos neste tipo de acidente aumentou. De janeiro a maio do ano passado, 282 pessoas ficaram feridas e quatro morreram atropeladas na capital. Neste ano, foram 290 vítimas e seis óbitos. Por outro lado, os acidentes tiveram uma queda de 8% nos cinco primeiros meses do ano, em relação a 2011. Foram 306 ocorrências neste ano. Os dados são do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar. As ruas de Curitiba com o maior número de ocorrência são: Avenida Marechal Floriano Peixoto, com 12 atropelamentos só em 2012, a Avenida Visconde de Guarapuava e a República Argentina. Segundo o chefe da comunicação social do BPTRan, o tenente Ismael Veiga, o problema são os pedestres que andam desatentos nas ruas.

Além disso, o tenente explica que a maior parte dos atropelamentos ocorrem fora da faixa de travessia.

Hoje uma adolescente morreu atropelada por um biarticulado no Centro da cidade, no início da tarde. A jovem tentava atravessar a Rua Presidente Faria, em frente ao Passeio Público quando foi atingida pelo ônibus.

Band News Curitiba - 96,3 FM

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Saldo da balança comercial paranaense fica negativa em fevereiro

Apesar do crescimento de 37% nas vendas para o exterior, em comparação com fevereiro de

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Covid-19: Curitiba confirma mais 471 novos casos e quatro mortes

Curitiba registrou mais 471 novos casos e quatro mortes pela Covid-19, nesta quinta-feira (10). Um