Obras para a construção da trincheira Nossa Senhora Aparecida bloqueia ruas no bairro Seminário

Foto: Pedro Ribas/SMCS

Começou nesta quarta-feira (09) uma nova etapa de obras para a construção da trincheira entre a Avenida Nossa Senhora Aparecida e Rua Mário Tourinho, no Seminário. Nesta fase, a faixa da esquerda da Mário Tourinho foi bloqueada, após a Fonte de Jerusalém, no sentido Parque Barigui.

O local vai ser utilizado para confecção das vigas de concreto necessárias para a reforma. O bloqueio afeta uma das faixas. As outras duas estão liberadas aos veículos. A Setran faz o monitoramento do fluxo pela região e do tempo de abertura dos semáforos para evitar transtornos e congestionamentos. A prefeitura avalia que o período de férias favorece a interrupção, já que há menos veículos nas ruas e o trânsito costuma ficar mais tranquilo.

O bloqueio integral do cruzamento da Mário Tourinho e Nossa Senhora Aparecida só será feito quando todos os materiais e equipamentos necessários para os serviços neste trecho estiverem no local. As outras etapas da obra vão continuar sem bloqueio completo do cruzamento. O objetivo é tornar o trabalho mais ágil e gerar menos transtornos para a população.

Nos últimos dias, foram descarregadas as duzentas estacas metálicas que serão utilizadas nas obras. Fabricadas na Polônia, as peças serão utilizadas para estruturar as paredes laterais da trincheira. Foram descarregadas no canteiro de obras próximo ao cruzamento 93 toneladas de material. Quatro árvores que estavam no terreno que será ocupado pela nova trincheira foram cortadas. Por isso, cento e dez mudas de araucárias foram plantadas no Eixo de Animação Arthur Bernardes, no Santa Quitéria.

De acordo com a Prefeitura, serão gastos 12 milhões e quatrocentos mil reais. Em média, 62 mil veículos passam diariamente no trecho. Os trabalhos devem durar dez meses.

Reportagem: Thaissa Martiniuk

Foto: Pedro Ribas/SMCS
Foto: Pedro Ribas/SMCS