Oficial de Justiça não encontra Pepe Richa e juiz dá prazo para que defesa apresente paradeiro do réu

Pepe Richa (Foto: divulgação/Aen)

O juiz Fernando Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, responsável pelas ações penais da Operação Rádio Patrulha, deu 24 horas para que a defesa do ex-secretário de Infraestrutura José Richa Filho, o Pepe Richa, irmão do ex-governador Beto Richa, apresente o paradeiro do réu. Pepe não foi encontrado pelo oficial de Justiça que esteve três vezes na casa dele, em Curitiba.

Em uma das ocasiões – afirma o juiz em despacho de quarta-feira (8) – a esposa de Pepe, Morgana Richa, que é juíza do Trabalho, assinou a intimação e informou que o marido estava viajando, sem data para retornar. Pepe Richa é réu por corrupção passiva e fraude à licitação no caso que investiga denúncia de direcionamento no programa Patrulha do Campo e desvio de dinheiro, a partir dos contratos firmados pelo governo do Paraná com empresas privadas para reparação de estradas rurais.

O programa foi lançado em 2011, no primeiro ano do primeiro mandato de Beto Richa, e consistia basicamente no aluguel de maquinários. Em despacho, o juiz afirma que a ausência de intimação de Pepe pode configurar ocultação de réu. O magistrado deu prazo de 24 horas para que os advogados de Pepe Richa informem telefone e e-mail para que o ex-secretário seja comunicado formalmente de que houve a citação dele como réu.

Da mesma forma, mas por mais tempo, o primo do ex-governador Beto Richa, Luiz Abi Antoun, também réu nesta e em outras ações, tem paradeiro desconhecido. Logo após ser solto, em setembro, e dois dias antes da deflagração da Operação Piloto (a fase 55 da Lava Jato) na qual também é investigado, Abi viajou para o Líbano. Desde então a defesa alega que o primo de Richa ficou doente, diagnosticado com “dispneia, tosse e febre”, e estaria impossibilitado de retornar.

O juiz também deu 24 horas para a defesa de Abi informar se há previsão de retorno dele para o Brasil a fim de que ele também possa ser intimado a apresentar defesa. A defesa de Pepe Richa informou que só irá se manifestar no processo. A defesa de Luiz Abi ainda não enviou resposta à reportagem.

Reportagem: Narley Resende

Comments

  1. Nada lhes acontecerá Juis Fischer,são Fraters do Moro ,de partido e de filosofia Maçônica , são intocáveis … punições a estes somente com mandato do dr. AKA 47….!

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*