Operação de combate à corrupção mira empreiteiras que tentaram fraudar licitações no Paraná

Seis mandados judiciais em quatro empresas foram cumpridos hoje (terça) no Paraná. A Operação Livre Concorrência foi deflagrada pela Divisão de Combate à Corrupção, da Polícia Civil. A ação foca em licitações do Estado. Os alvos foram quatro empresas que supostamente integram dois grupos econômicos distintos, mas que teriam conexão entre si.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Victor Loureiro, os empreendimentos tentaram se habilitar para participar de duas concorrências públicas abertas pelo Executivo estadual e teriam tentado passar a impressão de negócios independentes.

Ambos os processos previam serviços de reformas: um deles englobando 94 unidades da Rede Pública de Ensino do Paraná na Grande Curitiba, e o outro contemplando melhorias na cadeia pública de Campo Mourão, no centro-oeste paranaense. Segundo o delegado, as licitações que as empreiteiras tentaram participar somam mais de R$ 6 milhões.

Em nota, a Sesp, Secretaria de Estado da Segurança Pública, afirma que as empresas não participaram efetivamente das concorrências, ou seja, nunca chegaram a receber qualquer pagamento do Poder Público. E isso porque “os mecanismos do Estado apontaram indícios de fraude e as empresas foram desclassificadas – não havendo, assim, danos ao erário”.

Também por nota, a governadora Cida Borghetti se manifestou sobre o assunto e disse que a Divisão de Combate à Corrupção tem autonomia para investigar qualquer membro do governo e total apoio para trabalhar. Ela afirmou que não compactua com nenhuma forma de desvio de conduta e que o governo está colaborando com todas as ações em curso.

Reportagem: Daiane Andrade/Lorena Pelanda

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*