Operação Mustela já denunciou 43 agentes públicos e médicos do SUS no Paraná

Até agora, 43 pessoas foram denunciadas pela operação Mustela, que investiga agentes públicos e médicos do Paraná. A ação do Ministério Público apura um grupo que cobrava indevidamente de pacientes para furar fila do Sistema Único de Saúde em diversas cidades do Paraná.

Os réus foram denunciados pela prática de 49 crimes de concussão, contra 44 vítimas. Seis médicos já foram afastados das funções no SUS.

De acordo com o Ministério Público do Paraná, os casos denunciados envolvem o valor total de pouco mais de cem milhões de reais de cobranças indevidas. As investigações começaram em 2017 na Promotoria de Justiça de Campo Largo.

Reportagem: Lorena Pelanda