Pai reclama de repreensão às crianças durante espetáculo no Teatro Guaíra

O escritor e produtor cultural Luiz Andrioli usou as redes sociais neste domingo (14) para fazer um desabafo. Ele conta que foi junto com a esposa e o filho de 5 anos  assistir a um concerto da Orquestra Sinfônica do Paraná no Teatro Guaíra e se sentiu constrangido ao ouvir durante o intervalo do espetáculo, a recomendação de que as crianças fizessem silêncio porque o público estava se queixando do barulho.

O produtor cultural acredita que para evitar esse tipo de situação, o teatro deve pensar em estratégias para lidar com o público infantil.

A diretoria do Teatro Guaíra se manifestou sobre o fato e pediu desculpas pelo constrangimento causado aos pais. De acordo com a diretora-presidente do teatro, Mônica Rischbieter, as apresentações regulares da Orquestra Sinfônica do Paraná são pensadas para adultos e crianças acima de 7 anos com o objetivo de garantir um espetáculo confortável.

A diretora salienta que o teatro está de portas abertas para as crianças, mas explica que para esse público há apresentações específicas.

Em nota, o Teatro Guaíra informou ainda que aproximar as crianças da cultura é muito importante, assim como deixá-las felizes e confortáveis durante os concertos. Desta forma é possível garantir que todos tenham sempre uma ótima experiência no teatro.

Reportagem: Fabiana Wantuch

Comments

  1. Eliane Mara says:

    Eu estava lá, ouvi a orientação feita ao microfone e concordo com ela. Ao sair, inclusive comentei com D. Henriqueta Duarte, pianista renomada e, certamente, com experiência em plateia, a qual também concordou com a orientação, achando inclusive que deveria ter sido feita antes do espetáculo, e não só no intervalo. O concerto era indicado para pessoas acima de 7 anos (escrito no programa); para todas as crianças, há especialmente os concertos infantis, nos quais se pode exercitar a postura num ambiente como esse.