PolíticaEleições

Paraná registra mais de 300 denúncias de assédio eleitoral

O Paraná é o segundo estado com maior número de casos de assédio eleitoral

 Paraná registra mais de 300 denúncias de assédio eleitoral

Foto: Divulgação

34 denúncias de assédio eleitoral, contra 21 empresas, foram registradas entre ontem e hoje (30). Os números foram divulgados pelo Ministério Público do Trabalho no Paraná (MPT-PR) neste domingo. De agosto a 30 de outubro foram 285 denúncias, contra 203 empresas ou empregadores em todo o estado.

Atitudes da empresa que possam de alguma forma coagir ou constranger o trabalhador com o intuito induzi-lo a votar em determinado candidato, configuram assédio eleitoral. As denúncias mais comuns estão ligadas a ameaças de demissão caso o candidato “sugerido” pelos donos das empresas não vença as eleições. Também houve registros de empregadores que teriam prometido vantagens, inclusive financeiras, caso os funcionários comprovassem ter votado em determinado candidato.

O Paraná é o segundo estado com maior número de casos de assédio eleitoral, atrás apenas de Minas Gerais. Em todo o país foram registradas 2.544 denúncias contra 1.945 empresas/empregadores. 

vanessa.fontanella

Câmara de Maringá aprova reajuste de 43% para os vereadores

Câmara de Maringá aprova reajuste de 43% para os vereadores

Projeto de lei foi aprovado com 14 votos favoráveis e apenas um contrário

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Portos do Paraná registram alta de 2% em 2022

Ao todo, já foram movimentadas mais de 54 milhões de toneladas em 2022

Traiano pode assumir 5º mandato seguido na presidência da Alep

Traiano pode assumir 5º mandato seguido na presidência da Alep

Supremo Tribunal Federal limitou reeleições, mas decisão não tem efeito retroativo