Passageiros reclamam de vendedores ambulantes nos ônibus

Apesar ser proibida, a venda de mercadorias dentro dos ônibus é uma prática muito comum em Curitiba. Passageiros reclamam da abordagem dos ambulantes, que algumas vezes agem de forma agressiva, intimidadora e inconveniente.

Um passageiro que não quis se identificar, conta que no biarticulado que faz a linha Santa Cândida/ Capão Raso, a situação é crítica. Segundo ele, um rapaz fura a catraca, entra no coletivo e oferece o produto, mas quando não consegue vender, é violento e deixa todos os passageiros com medo.

Outro passageiro, que também não quis ser identificado,reclama do mesmo problema. Ele entende que muitos ambulantes precisam trabalhar, mas acredita que a proibição tem que ser respeitada.

Nenhum representante da Urbs quis gravar entrevista. Em nota, o órgão informa que não pode apreender mercadorias e que a população deve denunciar as ocorrências através da Central 156. A linha de ônibus também deve ser informada para ajudar no planejamento de ações de fiscalização.

Ainda segundo a Urbs, uma ação conjunta com a Secretaria Municipal do Urbanismo e a Guarda Municipal, com o objetivo de inibir essa prática, está sendo programada para os próximos meses.

Reportagem: Fabiana Wantuch