Pedágio fica até 50% mais barato a partir de 2021

(Foto: Daiane Andrade/BandNews Curitiba)

As tarifas de pedágio podem ficar até 50% mais baratas a partir de 2021. É quando as atuais concessões terminam e a partir de quando os novos contratos com a iniciativa privada devem começar. A redução foi calculada pela EPL, a Empresa de Planejamento e Logística, responsável pelos estudos de viabilidade do novo modelo de pedágio que vai ser adotado pelo Paraná.

E de acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura Urbana, Sandro Alex, embora esse percentual seja um dado prévio, o que já se sabe é que o valor cobrado nas catracas vai cair substancialmente para os usuários.

O Paraná tem hoje aproximadamente 2,5 mil quilômetros de rodovias concedidas à iniciativa privada, e a ideia é passar para quase 4,1 mil quilômetros. O secretário explica que os valores vão variar dependendo do trecho e das condições de cada estrada.

O contrato para a condução dos estudos é de R$ 60 milhões e foi firmado diretamente com o governo federal, que vai arcar com a despesa. Já a licitação vai levar em conta, além da maior oferta de outorga, ou seja, do valor pago à Administração Estadual, também a oferta da menor tarifa ao usuário.

O prazo para a conclusão dos estudos é de nove meses e a ordem de serviço foi assinada hoje (13) na Secretaria de Estado de Infraestrutura Urbana. Também participaram do evento o engenheiro Roger da Silva Vegas, da Secretaria Nacional de Transportes Terrestres e Aquaviário, o diretor-presidente da EPL, Arthur Lima, e o chefe do Departamento de Consultoria em Parcerias Público-Privadas para o Brasil do IFC, Bernardo Almeida.

Reportagem: Daiane Andrade