ParanáGeral

PF realiza operação contra organização criminosa suspeita de fraudes previdenciárias

Operação intitulada “Segue o Baile! A Festa Continua!" foi realizada nesta terça-feira (08)

 PF realiza operação contra organização criminosa suspeita de fraudes previdenciárias

Foto: Divulgação/PF

Carros importados, motos, armas e munições estão entre os itens apreendidos. E até o momento 12 pessoas foram presas durante a Operação “Segue o Baile! A Festa Continua!”, realizada hoje (08) pela Polícia Federal em parceria com o Ministério do Trabalho e Previdência.

Veja mais:

Foram cumpridos 15 mandados de prisão e 40 de busca e apreensão – em Santa Catarina, Paraná e Pernambuco –  contra investigados por integrar um grupo criminoso especializado em fraudes para obtenção de benefícios previdenciários.

Com núcleo no litoral norte catarinense, a maior parte dos mandados é contra investigados das cidades de Balneário Camboriú, Camboriú e Itajaí. O Delegado Regional de Investigação e Combate ao Crime Organizado, Gustavo Trevizan, destaca que a primeira fase da operação foi realizada em novembro do ano passado.

Segundo ele, depois dessa ação, percebeu-se que os mesmos investigados continuavam com as fraudes.

A investigação apontou que os criminosos fraudavam a Previdência Social com documentos falsos para comprovar vínculos inexistentes com segurados falecidos, com o objetivo de receber pensões por morte e aposentadorias.

O grupo também reativava irregularmente benefícios suspensos com o uso indevido de matrículas e senhas de servidores do INSS – nomes de membros da organização eram inseridos como novos titulares ou curadores dos legítimos beneficiários.

O coordenador geral de Inteligência do Ministério do Trabalho e Previdência, Marcelo Ávila, ressalta que constantemente são criadas novas ferramentas de segurança com o intuito de evitar fraudes.

Ao todo 160 policiais federais participaram da operação. Segundo o delegado regional, Gustavo Trevizan, a investigação identificou um prejuízo de R$ 4,5 milhões contra os cofres públicos.

No Paraná, foram cumpridos mandados em Curitiba, Maringá e Fazenda Rio Grande. As penas para os envolvidos podem chegar a 20 anos de prisão em caso de condenação.

Reportagem Vanessa Fontanella

jully.mendes

Paraná foi o estado que mais empregou mulheres no Sul

Paraná foi o estado que mais empregou mulheres no Sul

Foram criados 67 mil 185 postos de trabalho formais para elas

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

As oportunidades estão nos campi de Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina e Pontal do Paraná

Acidentes interditam BR-116 em Curitiba e Fazenda Rio Grande

Acidentes interditam BR-116 em Curitiba e Fazenda Rio Grande

Uma das colisões foi no sentido São Paulo. A faixa da direita está interditada

Terça amanhece nublada, mas sol deve aparecer em Curitiba

Terça amanhece nublada, mas sol deve aparecer em Curitiba

Chuvas localizadas causadas pelo aquecimento do dia são esperadas em quase todo Paraná