ParanáGeral

Policiais de folga são chamados para liberar rodovias; acompanhe

Manifestantes questionam resultado das eleições

 Policiais de folga são chamados para liberar rodovias; acompanhe

Chega a 82 o número de pontos de bloqueio em rodovias que cortam o Paraná. As manifestações, encabeçadas por pequenos grupos de caminhoneiros, questionam o resultado das eleições que deram um terceiro mandato à Lula (PT). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas BRs são 33 interdições, sendo 22 totais e 11 parciais. Já nas PRs o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) informou que são 49 locais de bloqueio.

Desde às 00h desta terça (1), cerca de 50 pontos foram desobstruídos em cumprimento a decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) e a Justiça Federal do Paraná. Os órgãos determinaram o desbloqueio dos trechos. Em Brasília, a maioria dos ministros do STF confirmou a decisão individual de Alexandre de Moraes, que determinou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e às polícias militares dos estados o desbloqueio das rodovias brasileiras ocupadas de forma irregular sob pena de multa.

No Paraná, em caso de descumprimento, cada pessoa envolvida, direta ou indiretamente, pode ser multada em R$ 10 mil. Para pessoas jurídicas, a multa prevista é de R$ 100 mil por dia.

A advogada especialista em Direito Público, Juliana Bertholdi, explica que a manifestação é ilegal a partir do momento que pede uma ruptura democrática e impede o deslocamento da população.

Nesta terça-feira (1º), o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou que as polícias militares dos estados desobstruam as estradas bloqueadas e identifiquem os responsáveis pelas interdições. Em todo o país, segundo balanço da PRF, há bloqueios em 227 rodovias federais. Conforme os policiais, até o momento não houve confronto com manifestantes.

Os bloqueios têm causado transtornos para a população. Na BR-277, em Campo Largo, um caminhoneiro diz que foi ameaçado pelos manifestantes e obrigado a parar.

Em áudio enviado nesta manhã, um outro caminhoneiro relata que está parado no mesmo local desde ontem (segunda, 31) à tarde.

Um motorista afirma que presenciou um veículo de reportagem ser apedrejado por manifestantes.

Rodovias federais (BRs) bloqueadas:

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas BRs são 33 interdições, sendo 22 totais e 11 parciais. Além disso, cerca de 50 pontos já foram liberados.

A PRF disse haver um plano de ação para liberar as rodovias. Inclusive com a convocação de policiais em folga. Conforme a corporação, férias de servidores também foram suspensas no Paraná.

Rodovias estaduais bloqueadas:

Conforme o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), 49 locais estão interditados por manifestantes. Desde o início do dia 8 pontos foram liberados:

Em nota, o Comando-Geral da Polícia Militar do Paraná disse estar reunido com todos os comandos regionais para avaliar as medidas que podem ser adotadas para a liberação das vias. O Batalhão de Polícia Rodoviária, responsável pelos trechos estaduais, informou que os locais de manifestação são monitorados.

Reportagem: Leonardo Gomes e Ricardo Pereira.

leonardo.gomes

Paraná foi o estado que mais empregou mulheres no Sul

Paraná foi o estado que mais empregou mulheres no Sul

Foram criados 67 mil 185 postos de trabalho formais para elas

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

UFPR abre PSS para preencher 570 vagas de graduação

As oportunidades estão nos campi de Jandaia do Sul, Matinhos, Palotina e Pontal do Paraná

Acidentes interditam BR-116 em Curitiba e Fazenda Rio Grande

Acidentes interditam BR-116 em Curitiba e Fazenda Rio Grande

Uma das colisões foi no sentido São Paulo. A faixa da direita está interditada

Terça amanhece nublada, mas sol deve aparecer em Curitiba

Terça amanhece nublada, mas sol deve aparecer em Curitiba

Chuvas localizadas causadas pelo aquecimento do dia são esperadas em quase todo Paraná