Paraná

Guaranho põe tornozeleira por falta de condições de Complexo Médico

Justiça converteu prisão preventiva de policial penal em domiciliar

 Guaranho põe tornozeleira por falta de condições de Complexo Médico

Imagem: Reprodução

O policial penal Jorge Guaranho vai ser mantido em prisão domiciliar, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, até que possa ser levado para um estabelecimento penal adequado. A decisão é do juiz Gustavo Germano Francisco Arguello, da 3ª Vara Criminal de Foz. Na noite desta quarta-feira (10), a Justiça converteu em domiciliar, a prisão preventiva do policial penal, réu por homicídio duplamente qualificado. Ele responde pelo assassinato do tesoureiro do PT, Marcelo Arruda. O agente vai ser monitorado por tornozeleira eletrônica, no bairro Laranjeiras, em Foz do Iguaçu, e não poderá sair de casa “sem prévia e expressa autorização judicial”, em qualquer horário.

Arruda foi morto durante a comemoração do aniversário de 50 anos. Na noite do crime, em 9 de julho, o policial penal foi atingido por disparos e precisou ser internado. A defesa pediu que a prisão fosse revogada, por causa das condições de saúde do réu. O juiz manteve a prisão preventiva, para a garantia da ordem pública, mas determinou que ele fosse custodiado no Complexo Médico do Estado, após a alta médica. Nesta quarta-feira (10), o Departamento de Polícia Penal informou que “não reúne condições estruturais e de pessoal” para manter o réu.

Na decisão, o juiz faz críticas a demora de o Depen se manifestar sobre a possibilidade de fazer a custódia do policial penal. Em um dos trechos, o despacho fala em “absurda situação de se constatar a total incapacidade técnica do Estado em cumprir a ordem judicial que decretou a prisão preventiva do réu”. O juiz ainda avalia que esse cenário “estarrece” e fala em “surpresa”. “O réu encontra-se em alta hospitalar (aparentemente desde o início da tarde deste dia), todavia, não está inserido em nenhuma unidade prisional, em desacordo com ordem prisional emanada há mais de 30 dias, pois o Estado não possui condições de acautelar o réu”, completa o despacho. O juiz também diz que “tal cenário impediu a tomada de qualquer providência anterior que permitisse a manutenção da prisão preventiva após a alta hospitalar”.

Agora, a Justiça manda que seja solicitada ao Depen Federal uma vaga para a custódia de Guaranho. Pela “proximidade geográfica”, o juiz cita que os “Estados de São Paulo e Santa Catarina” sejam consultados “a respeito da possibilidade de receber o custodiado”. A festa de aniversário de Arruda fazia alusão ao PT e ao ex-presidente Lula. A denúncia diz que o crime foi cometido com motivação fútil, por “preferências político-partidárias antagônicas”.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

Fomento Paraná oferece linhas de crédito para investimentos no turismo

Fomento Paraná oferece linhas de crédito para investimentos no turismo

Foco são pequenos negócios como hotéis, pousadas, bares e também parques e centros de eventos

Nota Paraná faz sorteio de R$1 milhão de reais

Nota Paraná faz sorteio de R$1 milhão de reais

Ganhadora é de Curitiba e o segundo maior prêmio é de Jacarezinho

Gaeco apura desvios em sindicato da região norte do PR

Gaeco apura desvios em sindicato da região norte do PR

As investigações tiveram início em 2020 e apuram crimes cometidos por três dirigentes do sindicato