População da RMC cresce mais rápido e deve ultrapassar Curitiba

(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

Curitiba tem 1 milhão 917 mil e 185 habitantes, segundo dados divulgados ontem pelo IBGE. A população curitibana cresceu 0,46% em relação ao ano passado. O crescimento da população na região metropolitana é quatro vezes maior e ficou em 2,04% em um ano.

Sem contar a capital, há 1 milhão 697 mil e 842 pessoas nos demais 28 municípios da região metropolitana. Atraídas por infraestrutura e mercado imobiliário menos inflacionado, os habitantes dos municípios da região metropolitana devem estar em maior número do que os da capital antes de 2030.

A taxa de crescimento futura de Curitiba – calculada a partir de projeção atualizada – é de 0,86%. Curitiba segue como a oitava cidade mais populosa do país e tem cerca de 230 mil pessoas a menos que Manaus, a sétima maior, e 280 mil a mais que Recife, a nona. Apesar de seguir crescendo, Curitiba apresenta um aumento em ritmo menor. De 2016 para 2107, por exemplo, o crescimento populacional havia sido de 0,76%.

De acordo com o IBGE, a redução no ritmo é reflexo da queda na taxa de fecundidade na capital, que diminui ano a ano. No Paraná como um todo, a população de 0 a 4 anos cresceu 0,74% neste ano, mas a estimativa do IBGE para o ano que vem é de apenas 0,05%. Para 2020, a população nesta faixa etária passa a cair (em 0,35%).

No geral a população do Paraná deve crescer até 2047, segundo o IGBE, quando chegará perto de 12,6 milhões de pessoas. Para Curitiba não há estimativa do órgão, mas a queda populacional deve acontecer cerca de uma década antes pelo ritmo atual.

O Brasil registrou este ano 208,5 milhões de habitantes – 0,82% a mais do que em 2017.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*