Prazo para depósito de caução para arrematar Hospital Evangélico termina hoje

Termina nesta quarta-feira (26) o prazo para o depósito em dinheiro de cinco milhões de reais, como caução ou apólice de seguro, aos interessados em arrematar o Hospital Evangélico e a Faculdade Evangélica do Paraná. A segunda tentativa de leilão está marcada para sexta-feira (28) no Fórum Trabalhista, no Centro.

Em agosto, o primeiro pregão foi desfeito pela Justiça do Trabalho, depois que o vencedor não efetuou o depósito do sinal de 20% no tempo estipulado em edital. Para este leilão, três consórcios de empresas se habilitaram para participar: Consorcio Mack-He Dourados, Universidade Brasil e NRE-ITPAC.

O preço mínimo para arremate é de cerca de 205 milhões e 990 mil reais. O vencedor vai herdar os contratos de trabalho vigentes, mas não terá que responder por nenhuma dívida anterior. As duas instituições somam débitos de mais de 230 milhões de reais. Quem arrematar o patrimônio deve manter a oferta da faculdade de Medicina e dos cursos de pós-graduação. E ainda terá que ‘garantir práticas de ensino baseadas no cuidado integral e resolutivo ao paciente’.

O Hospital Evangélico faz cerca de 95% dos atendimentos pelo SUS e é referência no tratamento de queimados, traumas (urgência e emergência), gestação de alto risco e transplante renal. São atendidas 35 mil pessoas por mês. A instituição tem quase 60 anos e uma estrutura de mais de 23 mil metros quadrados. O pregão, na sexta-feira (28), está marcado para as 10 da manhã e será comandado pelo leiloeiro público Helcio Kronberg.

Reportagem: Cleverson Bravo

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*