Prefeitura anuncia licitação do último trecho da Linha Verde Norte

 Prefeitura anuncia licitação do último trecho da Linha Verde Norte

(Foto: Divulgação/SMCS)

(Foto: Divulgação/SMCS)

Uma década já se passou desde o início da implantação da Linha Verde, que substitui a antiga BR-116, ligando as regiões norte e sul de Curitiba, e o último lote das obras só deve começar no ano que vem. E esse pretendido “eixo estruturante” deve ser assunto até, pelo menos, meados de 2019, já que a previsão inicial para a conclusão dessa etapa de serviços é de 18 meses.

Mais do que um corredor viário, a intenção é que o projeto consolide o conceito de desenvolvimento sustentável, incluindo aspectos urbanísticos, alternativas de habitação e outros modais de transporte. Mas, para isso, é preciso enfrentar a espera: a licitação vai sair, mas não antes do mês que vem.

Os prazos foram anunciados ontem (18), depois que a Prefeitura conseguiu a liberação para dar início à concorrência pública. O aval veio durante uma reunião entre o Ministério das Cidades, a Caixa Econômica Federal, o governo do Estado e a Administração Municipal.

Segundo o secretário de Governo da capital paranaense, Luiz Fernando de Souza Jamur, o investimento na intervenção vai ser de R$ 75 milhões.

As obras vão contemplar o trecho entre o rio Bacacheri, nos arredores da rua Fagundes Varela, e o Trevo do Atuba, no limite entre Curitiba e Colombo, na região metropolitana. E, além dos R$ 75 milhões a fundo perdido, mais recursos foram autorizados para outras obras na cidade.

Os documentos finais para o andamento das obras do último trecho da Linha Verde Norte foram assinados em junho. Na época, foram remetidos à Caixa Econômica Federal o Plano de Trabalho, o Quadro de Composição de Investimentos e o Cronograma de Implantação do lote 4.1 do projeto, com 2.840 metros de extensão.

(Foto: Divulgação Ari/IPPUC)

A etapa Norte tem 10 quilômetros, entre os bairros Jardim Botânico, Jardim das Américas, Cajuru, Cristo Rei, Capão da Imbuia, Tarumã, Jardim Social, Bairro Alto, Bacacheri, Tingui e Atuba. O trecho foi dividido em quatro partes: o lote 1 das obras, entre o Jardim Botânico e o Tarumã; o lote 2, que contempla o viaduto da avenida Victor Ferreira do Amaral; o lote 3, da Victor Ferreira do Amaral até rua Fagundes Varela, na altura do Conjunto Solar; e o Lote 4, da Fagundes Varela ao Atuba.

No próximo mês, as obras no trecho da Linha Verde no sul de Curitiba, entre a rua Nicola Pelanda, no Pinheirinho, e a Ceasa, também devem começar.

Repórter: Lorena Pelanda Malucelli e Daiane Andrade

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem