CuritibaGeral

Prefeitura reforça importância da dose de reforço contra a Covid-19

Além da dose de reforço, está sendo ofertada também a vacina contra a gripe influenza

 Prefeitura reforça importância da dose de reforço contra a Covid-19

Foto: Daniel Castellano / SMCS

Curitiba já aplicou mais 1,5 milhão de doses de reforço contra a Covid-19, mas a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) continua ofertando os imunizantes em 107 unidades de saúde nas repescagens contínuas e alerta sobre o risco de deixar doses em atraso. Atualmente, a variante Ômicron e as subvariantes são as cepas do coronavírus que circulam predominantemente e têm maior potencial de contaminação, mesmo entre as pessoas que já contraíram Covid-19, suscetíveis à reinfecção.

Um levantamento feito pela SMS comprova a efetividade das doses de reforço na proteção: uma pessoa com 50 anos ou mais que não tomou o reforço, mesmo tendo recebido as duas doses iniciais, tem risco dez vezes maior de morrer do que outra da mesma faixa etária vacinada com o reforço. Todas as pessoas com 12 anos ou mais têm pelo menos uma dose de reforço para receber. E todos, a partir dos 3 anos, devem ser vacinados.

Em Curitiba, tanto as doses do esquema vacinal inicial (1ª e 2ª) e as do reforço são ofertadas, de segunda a sexta-feira, em 107 unidades de saúde, das 8h às 17h. Além da dose do imunizante contra a Covid-19, está sendo ofertada também a vacina contra a gripe do vírus influenza, que pode ser aplicada simultaneamente, no mesmo dia. Não há mais necessidade de intervalo de 15 dias entre os imunizantes.

mariane.abreu

Festival de teatro estreia nesta terça-feira em Curitiba

Festival de teatro estreia nesta terça-feira em Curitiba

Serão 11 apresentações do Pequeno Grande Encontro de Teatro Para Crianças de Todas as Idades

Morador de Curitiba leva R$ 1 milhão do Nota Paraná

Morador de Curitiba leva R$ 1 milhão do Nota Paraná

Os consumidores podem conferir se foram sorteados no site ou aplicativo do Nota Paraná