Presidente da Sanepar não descarta aumento na tarifa de água e diz que a medida pode beneficiar o consumidor

Foto: Geraldo Bubniak/ANPr

O presidente da Companhia de Abastecimento do Paraná (Sanepar), Claudio Stabile, afirmou nesta terça-feira (06) que a empresa estuda antecipar o reajuste da tarifa da água. De acordo com ele, essa reprogramação pode beneficiar os consumidores. A afirmação foi dada durante o Paraná Day, um evento voltado a investidores do estado. O presidente da Sanepar esclareceu que a ideia é fazer com que o aumento de 25,63%, definido pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar), e que seria aplicado até 2025, seja aplicado em dois ou três anos.

O presidente da Sanepar afirmou ainda que a proposta será apresentada para a Agepar até março deste ano e a previsão é de que o valor do reajuste comece a ser praticado até maio de 2019.

No entanto, ele ressaltou que ainda não se sabe qual a porcentagem de reajuste será praticada no mercado.

Claudio Stábile ainda afirmou que a Sanepar projeta mais de sete bilhões de investimentos entre 2019 e 2023 e negou que a empresa tenha algum plano de privatização para os próximos anos. Durante o evento, o presidente da empresa também destacou que, hoje, o objetivo da estatal é buscar o equilíbrio entre o que a sociedade e os investidores necessitam.

O aumento de 25,63%, escalonado em oito anos, foi definido pela Agepar em 2017. A justificativa para o reajuste é a defasagem provocada pelo congelamento da tarifa de água, realizado entre 2005 e 2010. À época, durante a gestão de Roberto Requião (MDB), o argumento era de que o congelamento beneficiava os consumidores, especialmente os de renda mais baixa.

Reportagem: Thaissa Martiniuk

Comments

  1. Cambada de Criminosos… Água vendida por um terço do atual já paga todos os custos com lucros de 100 porcento…

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*