Projeto de revitalização do Centro Histórico de Curitiba deve iniciar em outubro

Foto: Levy Ferreira/SMCS

O Centro Histórico de Curitiba deve ser revitalizado a partir de outubro. O programa Rosto da Cidade deve recuperar imóveis em uma área de dois quilômetros quadrados do setor histórico e da área central da cidade.

Com investimentos de cerca de R$ 5 milhões, a ação é feita em parceria com a Associação Comercial do Paraná (ACP), a Prefeitura de Curitiba, os proprietários de imóveis da região e a inciativa privada. Estão previstas 5 etapas dentro do programa. Segundo a prefeitura, a ideia é iniciar as atividades em prédios públicos e igrejas históricas e depois avançar em edificações particulares, a partir de um convênio com os proprietários.

Na primeira fase, 14 imóveis públicos municipais vão receber uma nova pintura. Uma tecnologia antipichação deve ser aplicada sobre a tinta para proteger os prédios. O material já foi utilizado em outras edificações, como o Paço Municipal e as praças Espanha e Afonso Botelho. A segunda etapa compreende o Largo da Ordem, desde a Rua João Manoel (na Praça João Cândido) até a Rua Barão do Serro Azul; e a Rua São Francisco, desde a Rua Barão do Serro Azul até a Rua Presidente Farias. A recuperação do pavimento da Rua São Francisco integra o plano e deve ter início no primeiro trimestre do ano que vem.

Em seguida, as Praças Tiradentes, Borges de Macedo e Generoso Marques recebem as obras e a quarta etapa será o eixo entre as Ruas Barão do Rio Branco e Riachuelo. Por último, a Rua Trajano Reis, desde o Setor Histórico até a Praça do Gaúcho vai passar pela reforma.

Reportagem: Ana Flavia Silva

Foto: Levy Ferreira/SMCS

Foto: Levy Ferreira/SMCS

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*