Projeto que obriga instalação de equipamentos que mancham cédulas roubadas em caixas eletrônicos é aprovado

(Foto: Pedro de Oliveira/Alep)

O projeto de lei que obriga os estabelecimentos bancários e financeiros a instalar nos caixas eletrônicos tintas para marcar cédulas de dinheiro roubadas foi aprovado em primeiro turno, na Assembleia Legislativa.

A proposta foi ao plenário na tarde desta segunda-feira e recebeu 39 votos favoráveis e nenhum contrário. A ideia é que os terminais tenham equipamentos antifurto que manchem de tinta as cédulas de dinheiro em casos de tentativa e de explosão dos terminais.

A proposta é do deputado estadual, Luiz Claudio Romanelli. Segundo o projeto, os dispositivos instalados devem garantir a marcação de pelo menos 98% das cédulas existentes nos caixas eletrônicos ou equipamentos similares.

O equipamento, de acordo com a proposta, terá que ser acionado automaticamente no caso de explosão ou tentativa de abertura forçada dos terminais. De acordo com Romanelli, os donos dos terminais eletrônicos poderão escolher o melhor mecanismo antifurto para inibir esse tipo de crime.

 

O texto também diz que a tinta a ser utilizada no dispositivo deve estar de acordo com a certificação e as orientações técnicas do Banco Central do Brasil. O projeto de lei deve retornar ao plenário ainda nesta semana.