Quadrilha especializada no tráfico internacional de drogas que atuava em Curitiba é alvo da Operação Enigma

 Quadrilha especializada no tráfico internacional de drogas que atuava em Curitiba é alvo da Operação Enigma

(Fotos: Divulgação/Polícia Federal)

(Fotos: Divulgação/Polícia Federal)

A Polícia Federal dos membros da quadrilha especializada no tráfico internacional de drogas, alvo da Operação Enigma deflagrada hoje (sexta-feira, 17). Entre eles estão veículos de luxo, fazendas e apartamentos em condomínios de alto padrão no litoral de Santa Catarina.

A Polícia Federal estima que a organização criminosa revendia, por mês, somente em Curitiba e Região Metropolitana, duzentos quilos de cocaína e crack. Parte do grupo também atuava no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Delegado da Polícia Federal, Vinicius Binda, que coordenou a operação, o líder do grupo atua há pelo menos vinte anos no tráfico e já havia sido alvo de investigação em outra ação da PF. Ele agia em Curitiba e foi preso aqui.

A organização criminosa trazia a droga do Paraguai em caminhões e abrigava os entorpecentes em empresas de fachada, como uma distribuidora de bebidas. De acordo com as investigações, o grupo organizou um sólido esquema de lavagem de ativos que envolvia a ocultação do dinheiro do tráfico por meio de “laranjas” que adquiriam os bens para os criminosos.

As apurações começaram no ano passado e revelaram que a quadrilha era estruturada, abastecendo a região da capital paranaense. Os membros da quadrilha eram divididos em fornecedores, que ficavam no Mato Grosso do Sul, e compradores, que atuavam em Curitiba.

Foram cumpridas 67 ordens judiciais no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, sendo 37 mandados de busca e apreensão, 20 de prisão preventiva e 10 de prisão temporária. Do total de presos, vinte e quatro eram de Curitiba e região. Seis eram de uma mesma família. O sistema de comunicação da quadrilha é complexo e ainda é alvo de investigação por parte da PF.

As apurações começaram há um ano e algumas apreensões já haviam sido feitas pela PF. Durante uma delas, no mês de julho, os agentes encontraram quase 300 quilos de drogas escondidos nos ralos de uma distribuidora de bebidas de fachada que funcionava em Curitiba e em compartimentos dentro dos veículos de luxo que pertenciam a quadrilha.

Os suspeitos são acusados dos crimes de tráfico internacional de entorpecentes, associação para o tráfico, associação criminosa e lavagem de dinheiro. A operação foi batizada de enigma por conta da dificuldade encontrada pela polícia em identificar a estrutura de atuação e a forma de comunicação da quadrilha.

(Fotos: Divulgação/Polícia Federal)

A Polícia Federal ainda calcula o valor dos bens do grupo e quanto era movimentado no esquema.

Band News Curitiba - 96,3 FM

A BandNews Curitiba está na cidade desde 2006. A emissora caiu no gosto do curitibano e, atualmente, está entre as dez rádios mais ouvidas da cidade.

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

3 pessoas se afogam e precisam ser socorridas em Caiobá

Adolescentes foram retirados do mar conscientes e passam bem