NacionalGeral

Quem é o ‘Sheik dos Bitcoins’ – alvo de operação policial

Segundo a polícia, ele comandou um esquema que movimentou R$ 4 bi de forma fraudulenta

 Quem é o ‘Sheik dos Bitcoins’ – alvo de operação policial

Foto: reprodução.

Francisley Valdevino da Silva, conhecido como “Sheik dos Bitcoins”, é suspeito de liderar uma quadrilha investigada por fraudes bilionárias envolvendo criptomoedas, com vítimas no Brasil e no exterior. A Polícia Federal (PF), que realizou ontem (quinta, 6) uma operação contra o esquema, afirma que ele intermediou a movimentação de cerca de R$ 4 bilhões no Brasil por meio de fraudes envolvendo pirâmide financeira com comercialização de criptomoedas, lavagem de ativos e crimes contra o sistema financeiro.

Veja também:

O homem é suspeito de cometer crimes pelo menos desde 2016. Segundo a polícia, Francisley, que se apresenta como Francis Silva e é natural de São Paulo, mas se estabeleceu em Curitiba. Na capital paranaense ele desenvolveu uma empresa do ramo da tecnologia.

De acordo com a PF, o suspeito possui mais de cem empresas abertas no Brasil vinculadas a ele. A investigação indica que ele usava o dinheiro arrecadado nas fraudes para a compra de imóveis de alto valor, carros de luxo, embarcações, roupas de grife, joias, viagens, aviões e para fazer doações a igrejas.

Vídeo: divulgação/PF

Segundo o apurado, o “Sheik dos Bitcoins” alugava criptomoedas com a promessa de lucros mensais que poderiam alcançar até 20% do capital investido. A organização criminosa teria movimentado, no Brasil, cerca de R$ 4 bilhões pelo sistema bancário oficial. Mas a situação teria se agravado na medida que o lucro prometido pela empresa, que tinha o objetivo de suportar o pagamento dos rendimentos aos clientes, deixou de ser repassado a eles.

É o que detalha o delegado da Polícia Federal, Filipe Pace.

Uma das vítimas é Sasha Meneghel, filha da apresentadora Xuxa. Ela fez investimentos de R$ 1,2 milhão na empresa e não recebeu os valores.

Em nota, a defesa de Sasha afirmou que ela e o marido, João Figueiredo, foram vítimas de um caso de má-fé. Além do casal, jogadores de futebol que não tiveram os nomes informados também foram vítimas dos golpes, conforme a polícia.

A operação Poyais foi realizada ontem (quinta, 6), pela PF.A Justiça determinou o sequestro de 17 imóveis e o bloqueio de pouco mais de R$ 910 milhões. Segundo a Polícia, a ação buscou o aprofundamento da apuração da prática de crimes contra a economia popular e o sistema financeiro nacional, de estelionato, de lavagem transnacional de dinheiro e de organização criminosa.

As ordens judiciais foram cumpridas nas cidades de Curitiba/PR, São José dos Pinhais/PR, Governador Celso Ramos/SC, Barueri/SP, São José do Rio Preto/SP e Angra dos Reis/RJ. A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Francisley.

Vídeo: divulgação/PF

Reportagem: Redação.

felipe.costa

Veja as principais infrações de motoristas de app e taxistas

Veja as principais infrações de motoristas de app e taxistas

Estacionar em fila dupla e parar no meio da via lideram ranking

Crédito extraordinário e PEC da Transição podem salvar universidades

Crédito extraordinário e PEC da Transição podem salvar universidades

Representantes das Instituições Federais se reuniram com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira

Bolsistas do Pnaes vão receber auxílio nesta quinta-feira (08)

Bolsistas do Pnaes vão receber auxílio nesta quinta-feira (08)

Com os cortes na Educação, estudantes ficaram sem a bolsa nesta quarta (07)

Números do Concurso 2546 da Mega-Sena

Números do Concurso 2546 da Mega-Sena

Prêmio principal chega a R$ 110,17 milhões