Rodeio em Guaratuba causa polêmica

(Foto: divulgação)

Uma festa que acontece na cidade de Guaratuba no litoral do estado desde o dia 10 de janeiro e segue até o dia 20, tem causado polêmica nas redes sociais e entre as organizações de proteção dos animais. Um rodeio tem sido o ponto chave de discussões, principalmente porque a realização do evento acontece em uma área central da cidade.

A secretária da Cultura e Turismo de Guaratuba,  Elaine Dias, explica que os animais ficarão em uma chácara e que o evento será monitorado por veterinários.

A secretária conta que a liberação do evento passou por todos os trâmites e liberações dos órgãos competentes.

Segundo uma ONG de Guaratuba, a S.O.S. Vira-Lata, há uma lei municipal de 2007, que proíbe o uso de animais em espetáculos na cidade. Um abaixo-assinado foi encaminhado para o Ministério Público do Paraná. O promotor responsável pelo caso, Elcio Sartori, avalia que de acordo com a Constituição Federal trata-se de um evento de manifestação cultural que ampara o uso de animais em rodeio.

Foi considerado pelo Ministério Público que a Lei Federal não impede a realização de rodeio e que a Lei Municipal não pode ser interpretada contra a Constituição e que a qualificação do evento não tange maus tratos aos animais. A Lei Federal trata o rodeio como uma manifestação cultural brasileira.

O Guarafest conta com diversas atrações musicais, gastronomia e apresentações culturais. Um evento foi criado no Facebook para divulgar a festa. A entrada é gratuita e acontece no Centro de Eventos de Guaratuba.

Reportagem: Fábio Kiil