ParanáGeral

Sanepar fecha acordo para usar recursos de multas ambientais

Proposta foi apresentada pela própria Companhia que recebeu desconto de 60%

 Sanepar fecha acordo para usar recursos de multas ambientais

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O valor de multas aplicadas à Sanepar deve ser usado em programas de recuperação do Rio Iguaçu e afluentes. Um acordo para usar recursos de multas ambientais no projeto da Reserva Hídrica do Futuro foi assinado nesta segunda-feira (28) pelo Governo do Paraná.

Esta é a maior conversão de multas já acordada pelo Ibama no Paraná. A Sanepar teve um desconto de 60% em infrações passadas, autuadas há cerca de 10 anos. O valor restante, de R$ 87,8 milhões, será aplicado ao longo de 10 anos na recuperação e conservação ambiental da bacia do Iguaçu, o maior rio do estado.

Veja mais:

O projeto abrange uma extensão de 150 quilômetros e passa por 14 municípios. A recuperação ambiental também vai possibilitar a criação de um grande corredor de biodiversidade, com a revitalização dos rios e requalificação urbana, principalmente na Região Metropolitana de Curitiba, área que tem a maior concentração demográfica do Paraná.

Reportagem por Mariane Senhuk, com supervisão de Ana Flavia Silva.

mariane.abreu

Professor do PR é afastado em investigação de importunação sexual

Professor do PR é afastado em investigação de importunação sexual

MP diz que crime contra menina de 14 anos teria sido cometido dentro da sala

BR-476: 10 quilômetros de fila após acidente com rodovia interditada

BR-476: 10 quilômetros de fila após acidente com rodovia interditada

Duas carretas se envolveram em uma colisão frontal. Os motoristas não resistiram

Em 2022, produtos paranaenses foram exportados para 212 países

Em 2022, produtos paranaenses foram exportados para 212 países

O ano passado atingiu a marca de 22 bilhões de dólares comercializados

BR-476: Motoristas morrem em batida de carretas. Rodovia é fechada

BR-476: Motoristas morrem em batida de carretas. Rodovia é fechada

Acidente foi registrado entre Araucária e Contenda, depois do posto da PRF