ParanáGeral

Saúde estadual organiza combate a monkeypox

O estado registra 36 casos da doença, também chamada de varíola dos macacos

 Saúde estadual organiza combate a monkeypox

Foto: Ilustrativa/iStock

A Secretaria de Estado da Saúde emitiu ontem (sexta 05/08) uma Resolução com orientações sobre a monkeypox, até o momento o estado registra 36 casos da doença, também chamada de varíola dos macacos, com um caso fora de Curitiba. As diretrizes incluem o que é considerado como caso suspeito da doença, como deve ser o fluxo de atendimento e o manejo da doença pelo sistema de saúde e ainda como será feito o monitoramento dos casos e a distribuição vacinal.

A doença foi declarada uma emergência de saúde pública internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS) há 2 semanas e o Ministério da Saúde instituiu um Centro de Operação de Emergências (COE) para elaboração do Plano de Contingência contra o surto de monkeypox no Brasil.

Segundo a resolução estadual, a transmissão da doença ocorre entre humanos principalmente por meio de contato pessoal com secreções respiratórias, lesões de pele de pessoas infectadas ou objetos recentemente contaminados. A transmissão por gotículas respiratórias geralmente requer contato pessoal prolongado.  A resolução cita a orientação da OMS sobre a abstenção de atividade sexual durante toda a evolução da doença devido à proximidade que ocorre durante a relação íntima e sugere o uso de preservativo em qualquer tipo de atividade sexual por 12 semanas após a recuperação.

De acordo a secretaria, os infectados só deixam de transmitir o vírus quando as crostas desaparecem da pele, e a população em geral pode se prevenir também fazendo o uso de máscara e higienização das mãos. Neste cenário, a estratégia da Secretaria de Estado da Saúde é estruturada em dois focos: informação sobre a doença e isolamento de casos suspeitos ou confirmados, como explica a chefe do Centro de Informações Estratégicas da SESA, Paula Lindner.

Além das erupções na pele, que podem surgir de forma pouco numerosa, outros sintomas incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios e fadiga. Em caso de suspeita de varíola dos macacos, a recomendação é de isolamento até que as lesões cicatrizem. O prazo estimado pela SESA é de 14 dias.

Band News Curitiba - 96,3 FM

Mega-Sena: duas apostas do Paraná acertam 6 dezenas

Mega-Sena: duas apostas do Paraná acertam 6 dezenas

Duas apostas feitas no Paraná acertaram seis dezenas e foram ganhadoras do prêmio principal da

Justiça nega pedido de Habeas Corpus a Jorge Guaranho

Justiça nega pedido de Habeas Corpus a Jorge Guaranho

Para manutenção da prisão, o relator citou "as eleições que se avizinham"

Jorge Guaranho chega ao Complexo Médico Penal, em Pinhais

Jorge Guaranho chega ao Complexo Médico Penal, em Pinhais

Réu pela morte de Marcelo Arruda, policial penal teve a prisão domiciliar revogada

Compras do Dia dos Pais devem aumentar 8% em 2022

Compras do Dia dos Pais devem aumentar 8% em 2022

Um estudo da Faciap mostrou que a maioria dos comerciantes está otimista para este ano