“Segunda sem carne” causa polêmica na Câmara Municipal

(Foto: Divulgação / Prefeitura de Mato Grosso)

Deve ser votado nas próximas semanas o projeto que institui a “segunda sem carne” em Curitiba. A proposta, em trâmite, na Câmara Municipal, estabelece que, durante ao menos um dia na semana, as escolas públicas municipais não tenham carne no cardápio.

O objetivo é atender a determinação da Organização Mundial da Saúde, que propõe a redução do consumo de proteína animal. Antes mesmo de ser colocado em votação, o texto já suscitou posicionamentos diversos no plenário.

Goura (PDT), um dos autores da proposição, tenta convencer os colegas a votarem “sim” pela mudança.

Katia Dittrich (SD), também autora da proposta, diz que já entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação e houve um acordo de que, se aprovado e sancionado, o projeto não seria aplicado às segundas-feiras.

Já o vereador Mestre Pop (PSC) é contra a mudança. Ele argumenta que, muitas vezes, a merenda escolar é a única refeição de crianças de comunidades mais carentes da cidade e, por isso, não se pode abrir mão da carne.

Felipe Braga Côrtes (PSD) considera importante a discussão que beneficia os vegetarianos, mas que as outras crianças não podem ser deixadas de lado.

O projeto de lei diz que os alunos que comprovem, por meio de um nutricionista, a necessidade de consumo de carne, estarão excluídos da medida e terão um cardápio diferenciado. Pelo texto, se aprovada em plenário, a medida entra em vigor 30 dias após a sanção do prefeito.

Comments

  1. Manoel Rosa da Cruz says:

    Atitude dígna de países de extremo regime autoritário e quase todos os Edis Curitibanos latem falando mal do PT ,rotulando-os de Comunas ,eu como cidadão opino sobre vocês o seguinte ; ‘Cambada de Canalhas ” se querem achar o que fazer preocupem com o ISS ilícito sobre a taxa de esgoto, que alem de inconstitucional e o maior roubo ,pois cobram do cidadão 90 % sobre o consumo de água e ninguém que tenha cérebro pronuncia-se sobre o caso…!

  2. Manoel Rosa da Cruz says:

    Falo-se sobre os Vegetarianos …? isso é uma insanidade ,e os Agrotóxicos contidos nos vegetais são as piores referências ,estas estão criando desvios até no DNA humano,mesmos os produtos conhecidos como Orgânicos Hidropônicos são criados em soluções Químicas ,100 % nocivas ao ser mamífero…! Veja-se os horrores dos atuais filhos de Saladinhas, nascem batendo pedrinhas…!

  3. Mais uma lei duvidosa, projeto de pessoa com pouco ou nenhum conhecimento de causa, de quem mal sabe o que esta fazendo na camara dos vereadores. Lamentável, ignorantes votando projetos de lei.