Suspeitas de aplicar golpes em vendas de imóveis são presas na RMC

(Foto: divulgação/Polícia Civil)

Três mulheres foram presas suspeitas de aplicar golpes em compradores de imóveis. Segundo a polícia, elas apresentavam apartamentos e casas que estariam à venda e pediam um sinal de até R$ 15 mil. Depois que as pessoas efetuavam o pagamento, elas sumiam com o dinheiro.

Já são pelo menos 15 vítimas e um prejuízo estimado de R$ 400 mil. Durante anos, elas mantiveram uma imobiliária em Araucária, na região metropolitana de Curitiba.

Por isso, se tornaram conhecidas e supostamente “de confiança”. É o que relata o delegado João Marcelo Renk Chagas.

Estão presas Marli Teresinha Boçon, de 52 anos, Esmenia Ruiz, de 39 anos e Wesllayne Karine Silva de Almeida, de 24 anos. A polícia acredita que, com a prisão das três, mais pessoas possam reconhece-las e procurar a delegacia nos próximos dias. Denúncias devem ser feitas ao telefone 3641-6000.

 Reportagem: Ricardo Pereira

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*